indicetj.com

Participe do grupo indicetj.com no...

COMPARTILHE!

 

 

"Quem realmente são os anciãos?"

 

 

CAUSO 3

O terceiro CAUSO da nossa série aconteceu há mais ou menos 25 anos atrás. Inicio da década de 90. A geração de hoje em meu circuito nunca ouviu falar e os que foram contemporâneos da seqüência de eventos citados fazem questão de não lembrar. Talvez alguns dos envolvidos sejam usuários em nosso fórum, porém esse relato pode ser apenas uma mera coincidência fatídica e não um vazamento de nudes. Não quero expor detalhes da vida pessoal de ninguém por isso venho tentando ser o mais genérico possível ao revelar verdades no tempo apropriado. 
É bem provável que em vossos circuitos possuam aquele ancião Xerifão, daqueles que são usados até mesmo para auditar viajantes. O CAUSO de hoje conto-vos a história do Cacique do circuito, mano VALDOMIRO (Uma homenagem a um líder religioso famoso em nosso país).

A VENDA DE TESOUROS PARA O NOVO MUNDO

Valdorimo é um notório ancião que começou sua carreira terrestre como pastor em meiados da década de 80. Por volta do início dos anos 90, nosso querido ancião/pastor Valdomiro vivia os trends tops da parada: Ancião presidente, orador de assembléia e congressos, membro das comissões de apelações e conselheiro de viajantes. Valdomiro era um homem próspero, empresário, dono de diversos investimentos e imóveis. Lembro-me o que aconteceu quando, em determinado congresso, em um estádio de futebol, o presidente anunciou o nome de Valdomiro como próximo orador: sentia-se um êxtase no semblante de alguns irmãos e, outros, sussurravam de tesão. (Se você tivesse um ouvido aguçado, de tuberculoso, você até escutaria gemidos eróticos...) Eu pensava no meu íntimo: “Ah... Eu quero ser como Valdomiro. Ser famoso. Discursar para o delírio das multidões. Ser reconhecido como um excelente orador. Receber a idolatria do circuito".

Mas, é triste informar que esse homem dos sonhos - como sempre - tinha uma personalidade um tanto exótica. Na tribuna, era amoroso, sorridente e humilde. Porém, fora da tribuna, sua presença, metia medo em seus co-anciãos e ovelhinhas. Era autoritário, grosso e mal-educado. Achava-se ungido* (*Ungido = indivíduo que professa ter um membro sexual superior a 17cm). Até seu andar era modificado como se estivesse algo roçando entre suas coxas. Gostava de humilhar os menos favorecidos achava que todos eram seus empregados. O tempo passava e Valdomiro continuava "a crescer em conhecimento e sabedoria".

A sua casa era uma referência no circuito. Os viajantes vinham pousar e ficar em estadia por dias, semanas e meses. Até mesmo superintendentes de distrito gostavam do veraneio e dos jantares oferecidos por Valdomiro. Muitas vezes preferiam ficar na casa de Valdomiro do que nas residências das congregações designadas. Valdomiro era casado e tinha filhos. Um verdadeiro amante da filantropia. Gostava de empregar irmãos em seus empreendimentos. Na congregação, a fila pra falar com Valdomiro era sempre enorme. E tinha até senha. Muitos queriam emprego e conselhos amorosos. Em sua casa, por insistência de sua esposa, moravam irmãos menos favorecidos do circuito. Entre estes, havia uma pioneira solteira e abandonada por seus familiares. Esta "pioneira" será chave na revelação do “segredo sagrado” de nosso ancião. Valdomiro tinha excelente oratória e uma bela voz. Na época, não tínhamos facebook; masValdomiro nos contava cada estória com um final que nos fazia meditar. Não sei de onde ele arranjava as estórias. Dizia que eram das publicações que eles estudava com afinco. Mas, nunca, sequer encontrei suas parábolas lá. Ainda não tinham inventado a internet; mas Valdomiro já possuía inúmeras correntes. Acreditávamos que suas parábolas estavam nas publicações do escravo fiel e discreto (Era assim que chamávamos o escravo fiel prudente). Um coaching nato!

VENDAS DE LOTES NO NOVO MUNDO Valdomiro amava negócios com Tjs (TJs = Testemunhas de Jeová). Na maioria de suas transações, levava vantagem e as vítimas não recorriam. Ambicioso como era, Valdomiro, assim como Eike Batista, queria ser um dos mais ricos do mundo TJ! E não poupou esforços para isso! “Elaborou mais uma vez seu plano santo e sem ser crucificado uma plantação foi começar”. Nosso amoroso ancião anunciou um empreendimento Imobiliário espetacular: "Terrenos do primeiro condomínio preparatório para o novo mundo!". Sim! A possibilidade de não esperar o Armagedom pra começar a ser feliz! Valdomiro estava a vender lotes em uma região isolada do centro, onde morariam apenas irmãos.. Não seriam vendidos para as pessoas do mundo. A área possuiria guarita e um clube privativo que já existia e seria incorporado ao projeto. Era fantástico! Era como já viver na nova ordem! Valdomiro montou uma equipe de irmãos e começaram a vender por preços exorbitantes de cruzeiros de reais. Eram mais de 100 lotes de terreno na terra prometida. Uau! Que drama profético! Que vislumbre do novo mundo, não acham? Nada de errado alguém querer propriedades de terra, sabe como é, né? Acha que estou exagerando nesse causo? Infelizmente não, queridos leitores. O lado sujo da história começa agora.

A equipe de vendas de Valdomiro era assediante demais. Eles não tinham limites. Queriam a todo custo empurrar os lotes. Valdomiro aceitava qualquer negócio - desde que pudesse retirar alguma vantagem das transações. Estava obrigando seus irmãos a fazerem trocas: suas casas prontas pelos terrenos vazios! Como sempre, os terrenos valiam muito mais que as casas dos irmãos e Valdomiro ficava com a grande diferença. “Mas acontece que um tal de Jeremias, traficante de renome, apareceu por lá. Ficou sabendo dos planos de Valdomiro e decidiu que com ele ia acabar. Note: Os lotes demoravam a serem entregues. A região estava abandonada. Apenas algumas bandeirinhas podiam ser avistadas de longe. Os irmãos começaram a fazer pressão para a entrega do condomínio e de seus respectivos lotes. Porém, como já havia citado, um irmão de pseudônimo Jeremias, resolveu investigar com a prefeitura. Jeremias descobriu que não existia propriedade rural nenhuma em nome de Valdomiro. Aquelas terras vendidas para os irmãos já tinham donos e nenhuma era do nosso querido ancião! A notícia entre os compradores se espalhou. Valdomiro inventou uma viagem para Alemanha. A equipe de vendedores Tjs sumiu no mapa. Depois, descobrimos que poucos eram realmente irmãos. Uma enorme pressão e caça a Valdomiro se espalhou. Vigília em sua congregação. Até o dia que Valdomiro apareceu novamente. Não existia bankline e tudo era no cheque ou dinheiro vivo. Os anciãos cagões de sua congregação tomaram coragem para enfrentá-lo pois alguns deles mesmos estavam no prejuízo também. Levaram o caso ao superintendente de circuito e para o superintendente de distrito. Valdomiro fez uns acordos descarados com alguns lesados e outros saíram no prejuízo total. Não teve jeito. Eram muitos cheques falsos e mentiras dissimuladas. Devido a pressão Valdomiro perdeu os privilégios como ancião mas não foi desassociado. Desde o dia que se anunciou sua remoção, nunca mais pisou os pés no salão. 

Passaram-se cinco anos e, de forma discreta, foi anunciada que Valdomiro tinha sido desassociado. Alguns acreditavam que era finalmente a justiça divina sendo feita e que depois de tanto tempo betel estava dando uma resposta a tantas queixas. No entanto, o motivo de sua expulsão não foram seus golpes à moda Eike batista! Valdomiro tinha passado o rodo na pioneira que amorosamente morava em sua casa. Lembram que nosso querido pastor era amante da filantropia? Em sua casa morava uma pioneira que era a alegria de Valdomiro.

Não gosto de contar essas histórias envolvendo anciãos e pioneiras. Parece um certo fetiche dos membros da organização e não um relato verdadeiro. Porém, contrariando minha opinião, desde a época dos belos discursos em congresso, incluindo até um de batismo, Valdomiro traçava a pioneira nos principais territórios isolados e rurais da cidade. Valdomiro e a pioneira foram os primeiros a apoiar essa modalidade "pregar em território ruraL". Só que eles iam sozinhos e ficavam nus - método que ainda não foi aprovado pelo escravo. Parece que nada fica oculto nessa santa organização e, no tempo apropriado, alguém lá em cima manobrou a situação para trazer luz onde havia escuridão. Nesse caso, ninguém foi pego com boca na botija ou houve confissão. Acontece que a pioneira ficou grávida e depois de quatro meses não conseguiram esconder a situação. A esposa de Valdomiro descobriu e contou para os anciãos. Em resultado, Valdomiro e a pioneira foram morar em outra cidade, em uma casa bem modesta. Nosso querido ancião e empreendedor amargou um revés financeiro. Ficou pobre. Perdeu suas empresas. Perdeu o pouco que tinha no divórcio e na divisão dos bens com os filhos. Nem a venda de seu tesouro pagou suas dívidas com agiotas e fornecedores. Foi jurado de morte. Passou a esconder-se. 

UM PASTOREIO SURPREENDENTE Nós, ansiosos, regulamente temos que realizar visitas de pastoreio. Em algumas somos bem recebidos e, em outras, nos soltam os cachorros. As vezes nos servem lanchinhos e pizzas. Recomendo trate bem seu ancião. Ele merece. Aceitamos de bom grado segundo o que a pessoa tem, não o contrário. Em uma bela visita de pastoreio fui recebido junto com meu co-ancião com uma bela travessa de pipoca acompanhado de um refrigerante genérico da Coca-cola. Nesse exato pastoreio fomos visitar uma irmã que cria seu filho sozinho na verdade e seu marido é opositor. Pasmem meus queridos: eu me engasguei com a pipoca! Precisei de umas palmadinhas na nuca para não desfalecer ao descobrir que a irmã que perseverava em criar seu filho na verdade era a própria Pioneira adúltera do início desse conto! O seu marido era nada mais, nada menos, que o CARINHA QUE MORA LOGO ALI - nome artístico “Valdomiro”, que, pra minha surpresa, ainda estava vivo! Essa irmã abriu o coração para nós. Contou-nos de sua infidelidade, que Valdomiro havia prometido uma vida de eterna panicat, luxo e fartura. Porém, a realidade era dura. Ela passava necessidade. Valdomiro era zombador e, o pior de tudo, odiava as testemunhas de Jeová. Valdomiro não era fiel. Tinha diversas amantes. Ela nos disse que poderia perdoar tudo menos o fato dele está se tornando apóstata. (Foi nessa hora que, pela segunda vez, engasguei-me com a pipoca). Valdomiro acessava o site EX-Testemunhas de Jeová - A Verdade sobre a Verdade. Ele vivia mostrando os links pra ela. A ex Pioneira nos contou que Valdomiro não acreditava mais no corpo governante. Disse que a organização era afiliada à ONU e que as publicações tinham mensagem subliminares. Ela nos pediu para um dia fazer um pastoreio a ele a fim de tirar essas ideias e pensamentos demoníacos do coração daquele pobre homem. (Na grande tribulação eu dou uma passada lá. Vou levá-lo de Uber para o novo mundo. ok?). 

Essas são as informações mais recentes sobre Valdomiro. A ex Pioneira disse que não tem para onde ir e não pode largar o galã. É bem provável que Valdomiro esteja vendo seu relato nesse exato momento. Bem vindo à fraternidade guerreiro isso tamos junto é nóis!" 

LIÇÃO A corruptibilidade dos homens designados é um enorme lembrete da inverdade da crença que os ancião das testemunhas de Jeová são representantes do Reino de Deus na Terra. Luxúria, orgulho, ambição, simonia e outros são as qualidades mais destacadas nesse meio. Quero ressaltar que o espírito ganancioso os fazem chantagear aspirantes a escravilégios na congregação e usam sua autoridade para bens pessoais. Além disso, muitos dessas dádivas em homens extorquem as ovelhinhas de Cristo, causando danos emocionais e financeiros irreparáveis. Escondem-se na impunidade, na certeza da reputação da religião JW.ORG. Sabe que, para "não causar vitupério ao nome de Jeová", as Testemunhas de Jeová estão isentas de prestarem contas na delegacia mais próxima. Somos incentivados a não levar nossos irmãos perante às autoridades. E, como esses cínicos se aproveitam dessa ideologia da organização, vivem uma vida de impunidade legal. Fujam de negócios com homens da dianteira! Não saiam no prejuízo! Busque seu ressarcimento jurídico e não contribuam para a manutenção desse sistema corrupto. 

NOTA Neste causo também fiz sérias reflexões pessoais. Concluí um pacto comigo mesmo: doravante nunca mais ‘voltaria a provar do fruto do milho até que o senhor voltasse’. Após esse dia jamais voltei a por em meu paladar suculentas pipocas e até mesmo nos passeios com as crianças no parque fujo dos pipoqueiros assim como uma TJ corre de um desassociado. Esse é um trauma que carrego comigo. É como um espinho na carne, ou seria na garganta?

 

INÍCIO

CAUSO 2

CAUSO 4

CAUSO 5

CAUSO 6

CAUSO 7

CAUSO 8

 

 

 

COMPARTILHE!

 

 

 

 

 

 

indicetj.com

Participe do grupo indicetj.com no...

Poderá escrever-me: indicetj@yahoo.com.br