Agradecimentos ao site http://indicetj.com pelo espaço.

DEUTERONÔMIO 21:20, 21

"20  e dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz, é um comilão e beberrão.   21  Então, todos os homens da sua cidade o apedrejarão com pedras, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, para que todo o Israel o ouça e tema."

Análise:

Uma das acusações contra o "filho" é de embriaguez. O verbo na língua original traduzido aqui por "beberrão" é sãbã'. O Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento, editado por Harris, Archer e Waltke, 1998, página 1022, diz que "este verbo denominativo sugere a ação de beber bastante, até mesmo ao ponto de embriagar-se."

Nem mesmo usando um microscópio de elevada potência se vê aqui alguma indicação de que tal "filho" fora punido devido a simples e moderada ingestão de bebida alcoólica. O repreensível foi ele ter feito mau uso da bebida, tornando-se um beberrão - algo que a Bíblia inteira claramente condena.

Portanto, este relato não fornece real base para se condenar o uso responsável de bebida inebriante. O filho foi apedrejado por ser rebelde em "não dar ouvidos" as orientações, entre outras, contra a bebedice.

 

CLIQUE - ÍNDICE ESTUDO SOBRE BEBIDAS ALCOÓLICAS

Gostaria de conhecer seu comentário sobre os estudos das bebidas alcoólicas.

Escreva para emverdade@yahoo.com.br