Tudo Sobre o Corpo Governante

por Jim Whitney

Quem são os membros do Corpo Governante?  Pode a Testemunha de Jeová comum citar um ou mais membros desse Corpo?  E para essas TJs que conhecem um ou mais membros, o que sabem realmente deles?  (Este artigo não é uma composição completa... mas como um pontapé inicial para a série.)  

Mais importante ainda, COMO estes homens conseguem determinar as regras absolutas que regem mais de seis milhões de Testemunhas de Jeová? A TJ comum tem uma ideia muito vaga de como estes homens estão em uma posição sobre elas.  Novas TJs parecem saber ainda menos, ou muitas poderiam não se preocupar tanto com isso... e esta falta de interesse é em geral típica em nossa sociedade. Por exemplo: Se você abre uma conta corrente em um Banco, você confia neles com seu dinheiro ganho duramente, de fato, a pessoa comum não faz nenhum real esforço para saber quem é o gerente da filial, muito menos em saber sobre o conselho de administração ou oficiais executivos. Poucos depositantes em um Banco sabem o histórico, educação, ou experiência das pessoas que levam e usam o dinheiro delas.  A diferença é que Bancos são pelo menos regulados e monitorados pelo Estado e Agências Federais... Ao passo que o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová não tem tal nível de responsabilidade.  

Porém, não é surpreendente que esta falta de investigação no histórico dos líderes seja o caso em um ambiente religioso... porque as pessoas se unem por razões não relacionadas à liderança... contudo, no caso de grupos como as Testemunhas de Jeová, são estes mesmos líderes que têm um grande impacto e controle final na vida de  milhões.  

O que diz a STV para o membro comum ou para alguém do público em geral?  Note o que dizem no site deles:  

"6. A sede mundial das Testemunhas de Jeová está situada em Nova York, EUA. Ali se encontra o Corpo Governante, o grupo central de anciãos experientes que supervisionam a congregação mundial. Há também mais de 100 filiais e congêneres em todo o mundo. Nestes lugares, há voluntários que ajudam a imprimir e a despachar publicações bíblicas. Fornece-se também orientação para organizar a pregação. Convidamos você a visitar a filial ou congênere mais próxima."

Fonte: http://www.watchtower.org/t/rq/article_14.htm (e também brochura O Que Deus Requer de Nós, lição 14, página 29, parágrafo 6.)

Este pequeno parágrafo insinua um arranjo certamente modesto ... os anciãos experientes podem insinuar facilmente à TJ comum que estes homens são levados de congregações locais por causa do talento e experiência deles, e como tal eles simplesmente estão orientando e cuidando do trabalho mundial das Testemunhas de Jeová. Mas, como eles são realmente escolhidos?

Ao professar ser um dos Ungidos: Fui confrontado em um domingo depois da reunião por uma irmã que é a mãe do homem que me trouxe para a religião das TJ. Ela já era uma TJ em meados de 1950, quando eu tinha 4 anos aproximadamente. Agora, em meados de1980, eu só tinha 30 anos, e ela estava chegando à 35 anos na organização naquele momento... e aqui está o que ela me perguntou: 
"Eu estou curiosa, você já obteve alguma perspicácia de Jeová para que possa escrever e publicar como um membro do Corpo Governante? " 

    Esta simples e compreensível pergunta me aturdiu totalmente. Eu nunca antes tinha considerado tal coisa. Eu não adquiri nenhuma perspicácia especial além de minha reivindicação de ser um ungido. E em retrospecto, até mesmo aquela denominada 'perspicácia' ou 'reivindicação' era provavelmente uma fantasia religiosa como a maioria das experiências religiosas podem ser. Mas o que a pergunta dela me revelou é que realmente a maioria das TJs comuns acreditam que o Restante Ungido é o Escravo Fiel e Discreto, que foi designado sobre os pertences do Mestre, e como tal eles realmente dirigem e usam o Corpo Governante para orientar o trabalho mundial de pregar as Boas Novas. 

    Anos depois, em 1989, eu finalmente li o livro Crise de Consciência, e descobri que a sede mundial das Testemunhas de Jeová não tem nenhum interesse mundial na classe Ungida. A Sociedade não consulta a denominada classe chamada de Escravo Fiel e Discreto, e na realidade, eles não tem nem mesmo vestígio algum desses chamados Ungidos, a não ser fazer um censo uma vez por ano, que é o resultado da celebração comemorativa! Isto não me perturbou pessoalmente, já que eu estava fora, melhor, eu me preocupei porque pude ver que a base mais fundamental da doutrina da Torre de Vigia, o entendimento especial deles na classe denominada de "Escravo Fiel e Discreto" como tendo uma comissão denominada por Deus como Profetas nestes últimos dias não é verdadeiro... é uma pura ficção. [Ref. livro, As Nações Terão Que Saber Que Eu Sou Jeová, copyright 1971, Watchtower, Capítulo 4, "Comissionados a Falar no Nome Divino"]

Então, o que nós estávamos sendo ensinados não estava honestamente acontecendo... na prática, o termo classe do Escravo Fiel e Discreto, como usado e aplicado pelas Testemunhas de Jeová, é nada senão um conto de fadas, tal como o Papai Noel para crianças. Não existe nenhum Papai Noel e não há nenhuma classe do Escravo Fiel e Discreto. "Ainda, ser ESCOLHIDO em 1918 na momento da Segunda Presença (Vinda) e entronização de Jesus Cristo no céu como o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores deve ser um cumprimento maior da profecia"... assim é reivindicado durante muitas décadas e em muitas e diversificadas publicações da Torre de Vigia. Então, tal comissão e escolha divina têm que significar algo! A realidade em prática é que a doutrina de alicerce das Testemunhas de Jeová é uma concha vazia. 

    Então, como são os membros do Corpo Governante realmente escolhidos? Quais são os critérios? Eu realmente não sei, mas durante os últimos dez a doze anos desde que eu deixei a religião das TJ, eu tenho uma ideia melhor - penso eu. Eu acredito que em grande parte estes homens começaram trabalhando ao nível de Betel , ou talvez no trabalho de Missionário, como fez Raymond Franz. Depois de trabalhar muitos anos em Betel, décadas prováveis, e em alguns casos, se você está melhor posicionado como estava Raymond Franz em relação a seu Tio Fred Franz, Vice-presidente da Sociedade Torre de Vigia, e você simplesmente professa ser um Ungido, você está com chances de ser escolhido para servir nessa capacidade... provavelmente supervisionando em Betel a produção de revistas, ou ajudando no departamento de redação... mas, julgando pelo que vários Betelitas e ex-Betelitas declararam a mim, seus talentos e experiências geralmente não são importantes... você poderia ser um gênio de computador, contudo seria pedido para limpar banheiros, só para assegurar que você está em submissão e se manteve humilde.

Educação, experiência incorporada, desenvolvimento de carreira na vida secular virtualmente não significa nada ... os homens que são designados, são escolhidos por razões que não são necessariamente consistentes com o que uma corporação ou religião realmente necessita. Não que os idiotas no mundo secular não podem subir ao topo, porque eles o fazem... mas normalmente há supervisão adequada e equilíbrio, e aptidão, experiência, e pessoas educadas para compensar o dano potencial... mas no caso de uma religião rígida como as Testemunhas de Jeová, a perpetuação do dano continua precisamente a um passo fixo porque falta supervisão e equilíbrio, e porque frequentemente, as pessoas destreinadas e inaptas estão ao leme, enquanto dirigindo a religião como um trem fugitivo no fosso de destruição... talvez Raymond Franz, Ed Dunlap e alguns outros foram exceção à regra. 

    Quem escolhe o designado? Em que momento eles sentem a necessidade para acrescentar membros ao Corpo Governante? A primeira parte é bastante fácil. O Corpo Governante faz qualquer apontamento para novos membros. Eles não são dirigidos por qualquer política, nem são dirigidos e instruídos pelo grande Escravo Fiel e Discreto para acrescentar os membros... tampouco faz o Escravo Fiel e Discreto revisões e aprovações para tais compromissos... melhor, é um clube fechado e muito pequeno de alguns homens. Além disso, tudo o mais é um mistério. Às vezes em minha vida de TJ, havia tantos quanto dezoito (18) membros do Corpo Governante, e atualmente há dez (10) membros. Pelo menos os Mórmons seguem o conceito de ter doze (12) Apóstolos... é ao menos mais sensato. Eu acho que quando a maioria do Corpo Governante, ou talvez um único membro poderoso, como rumores sobre Ted Jaracz, decide que alguns dos membros estão envelhecendo, então pode estar na hora para trazer alguns novos membros... o último introduzido foi Sam Herd, o primeiro e único membro Afro-Americano.

História do Corpo Governante: De forma muito esquisita, o conselho de administração da Sociedade Torre de Vigia como entidade publicadora, foi o precursor do Corpo Governante de hoje... em grande parte, a organização foi dirigida por Russell e depois Rutherford, que como líder exclusivo e todo poderoso não reconheceu nenhum Corpo Governante. O termo parece ter começado a ser usado antes dos anos quarenta, mas não tornou realidade até os anos setenta. Foi então que realmente foi transferido o poder do líder exclusivo, Nathan Knorr, para o Corpo Governante. 

    A Bíblia não apoia nenhum conceito tal como um Corpo Governante. Fora da existência temporária dos 12 Apóstolos, não há nenhuma evidência de qualquer tipo de um coro de líderes. Ainda, pessoas como o apóstolo Paulo agiram bastante independentemente de qualquer direção central, e na realidade, descartando qualquer direção senão o espírito santo. Ao ler o Novo Testamento, a impressão clara é que a fé Cristã é governada pelo espírito santo e não por homens... até mesmo o apóstolo Paulo desafiou os Gálatas por se tornarem escravos de homens novamente, pois eles estavam entregando a liberdade deles para homens que queriam reger suas vidas. 

    Última séria preocupação: Apesar do conceito aceito por uma pessoa sobre como uma religião deva ser operada e conduzida, se reivindica a Deus como líder exclusivo, ou reivindica que as regras Divinas carecem da ajuda de líderes humanos... o que eu vim a perceber que é extremamente ininteligente é deixar nosso recurso mais importante, nossa consciência, deixar nossas vidas nas mãos de homens que nós não podemos nomear, que não sabemos nada a respeito, e não são qualificados para nos conduzir. Em minha opinião, o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová é um arranjo perigoso e insidioso que deveria içar bandeiras vermelhas para esses que estão considerando se unir à religião. A recente exposição da política de molestamento de crianças pela religião da Torre de Vigia é um exemplo do quão prejudicial e extraviados são estes homens.

 

Traduzido por Fábio Pacheco com permissão, de 
      Translated by Fábio Pacheco with permission, from 
     
www.freeminds.org