A História de Amy

Traduzido por Fábio Pacheco com permissão, de www.jwfiles.com

 

30 de outubro de 2000

Eu tenho 16 anos. Em 8 meses, já não serei mais uma criança, mas estarei gerando uma. Por ser uma Testemunha de um Jeová, eu perderei tudo e todos que conheci.

Deixe contar minha história.

Eu fui criada como uma Testemunha de Jeová desde que nasci, e isso foi forçado a mim. Eu tentei sair várias vezes, mas eu sou uma menor, e não foi permitido. Meu pai sempre foi muito rígido. Se eu não fosse ao serviço (de porta em porta para pregar), e comentar nas reuniões (sessões da igreja), e fazer partes no Salão do Reino, eu seria olhada por baixo, por meu próprio pai. Ele se recusou, às vezes, a falar comigo, se eu duvidasse da religião. Eu seria castigada por falar a ele que isso não era a "verdade".

Não me permitiram ter amigos. O raciocínio por trás disso foi: eu não poderia ter mundanos (as pessoas fora da religião) por amigos, porque eles me corromperiam, ou amigos Testemunhas, porque eu os corromperia.

Eu nunca tive qualquer real amigo. Os únicos amigos que eu tive, foram aqueles que passei "notas" na escola, e rezei para que meus pais não descobrissem que eu estava "ajudando" estas pessoas. As crianças na congregação (igreja) não podiam sair comigo, porque eu não era uma boa pessoa. Eu não era socialmente aceitável, porque eu alvejei meu cabelo, por causa de minha escolha de roupas, por causa do quão ativa eu era na igreja. Assim, para provar que eu era uma boa pessoa, e ter algum tipo de liberdade, eu fui pressionada ao batismo à idade de 15 anos. O que é suposto ser o dia mais feliz da vida, para a maioria... se mostrou ser o pior para mim... 

Tão logo me batizei, a pressão começou. Porquê você não está fazendo mais no serviço de campo? Porquê você não está fazendo mais na organização? Porquê você está se vestindo assim, é isso apropriado? Porquê você faz sua maquilagem assim, é isso apropriado? Você não tem idade... então, porquê estava falando com um menino? O menino era uma Testemunha de Jeová? Se não era, nós precisamos ter uma reunião com você e falar sobre sua fé. Eu nunca me senti realmente bem. Nada do que eu fiz era apreciado. Eu nunca ouvi, sequer uma vez, "nós estamos tão orgulhosos de você."

Eu arrumei um emprego logo após completar 16 anos, e o gerente era um rapaz de 23 anos. Ele prestou atenção em mim... e ele me notou. Aos olhos dele, eu era ok. Eu finalmente me senti aceita. Nós passamos mais tempo juntos, quando eu furtivamente, deixava minha casa no meio da noite. Eu me envolvi sexualmente com este rapaz, e isso conduziu a minha gravidez atual.

Com as Testemunhas de Jeová, se alguém faz algo ruim - os rumores espalham como um fogo de floresta. Porque cometi este engano, (eu percebi que foi um engano), eu perderei tudo o que eu conheci em minha vida. Meus pais, minha religião, e meus amigos. Embora eles nunca foram algo que eu aceitei, ou quis, eles eram tudo que eu tinha. Meu pai me expulsou de casa, os anciãos decidiram que eu deveria ser desassociada, e eu perdi todos meus amigos, porque era uma "pessoa ruim." Agora eu estou trazendo uma nova pessoa para minha vida, e quero compartilhar isto com as pessoas que eu amo... mas olho ao redor e percebo que não há nenhuma. 

Eu não estou mais com o rapaz de 23 anos, ele só me desejou sorte em criar a criança, por minha própria conta, porque eu não estava obviamente louca para fazer um aborto. Sim, eu planejo criar o bebê - com a ajuda de algumas pessoas. Esse é meu objetivo.

Este é meu desabafo. 

Amy 

Imprimir este artigo

 

Confira os mais de 800 artigos críticos sobre as Testemunhas de Jeová!