É difícil mudar

Traduzido por Berlirner com permissão de: www.jwfiles.com

 

INTRODUÇÃO

O artigo seguinte é derivado de uma carta escrita a um senhor que tinha acabado de deixar as Testemunhas. Ele achou mais difícil mudar seu modo de vida que imaginava.


NÃO É FÁCIL

Deixar as Testemunhas não é simplesmente uma questão de evitar o Salão do Reino. Ser uma Testemunha o transforma, e você não pode deixar de ser uma Testemunha (ou simplesmente pensar que é uma) estalando seus dedos.

Agora mesmo, sua decisão é muito difícil porque você ainda é afetado pelo ensino das Testemunhas. É como quando você acorda de um sonho e não percebe que você não está mais dentro do sonho, ou pesadelo, dependendo do caso.

Todavia, agora que você está fazendo perguntas, você tem enorme liberdade. Você deu o passo proibido; você decidiu que você pode procurar respostas sem a orientação dos doze homens de Brooklyn. Porém, muitas Testemunhas que alcançaram este estágio assumem que ainda precisam de uma "organização". Isso é uma "ressaca" da doutrinação das Testemunhas, como também a noção geral do que uma religião deveria "ser."



A INDAGAÇÃO POR FLEXIBILIDADE

As coisas estão mudando neste nosso mundo. Menos pessoas estão pondo sua fé em religiões "organizadas", e estão procurando respostas por si próprios, ou com a ajuda de uns poucos selecionados. Eles examinam os séculos passados e percebem que nenhuma única organização provou ser capaz de prover "a verdade." Nós somos apenas humanos, e assim são nossas organizações. Cometemos erros, e assim vai a organização que talvez pertençamos.

Bem, se lá vai haver erros, eles podem muito bem serem os nossos, assim como podemos modificar nosso curso de ação sem preocupar com quem irá nos desaprovar. Em nossa procura pela verdade e sentido, não precisamos estar algemados a pessoas que sequer sabemos quem são, ou a quem sequer podemos desafiar para que expliquem suas doutrinas.

A aproximação pessoal direcionada é "espiritualidade" ao invés de religião. A maioria das religiões requerem aderência para um jogo de diretrizes. Eles não o deixam votar no que é verdade. Religiões lhe dão a "verdade" como um "accompli de fait". Se você não gostar, ou pode suportar ou ir embora.

Isto é, naturalmente, uma generalização. Algumas religiões, como as Universalistas, são tolerantes as diferenças de opiniões. Outras, porém, como as Testemunhas, assumem o status do "Grande Líder" e não permitem o direito de qualquer opinião contrária.



O PREÇO DA LIBERDADE

Então agora você descobriu que pode ser livre. Porém, liberdade é uma coisa amedrontadora. Da nascença à morte, a maioria das pessoas trabalham duro para evitar a liberdade de escolha. Elas querem que lhes digam o que pensar, o que fazer, e no que acreditar. Nós somos criaturas sociais, e nós almejamos um senso de pertencer, e às vezes isso significa abandonar nossa liberdade. Escolher deixar as Testemunhas é tanto um assunto emocional quanto intelectual.

Porém, chega um momento quando nós sentimos, profundamente, que o preço da conformidade é muito alto, e nós vomitamos. Quando a Testemunha sai, particularmente essas que foram criadas na "Verdade", ficam como bebês no bosque. Elas não sabem mais no que acreditar, e (mais importante) porque acreditar. Pode ser um período terrível na vida.

Mas ser verdadeiramente humano, ser o melhor que podemos ser, temos que nos forçar a afrontar desafios difíceis. Alguns destes desafios são quase um quebra-cabeça, e deixar uma religião ocupa um rank bem graduado na lista de decisões estressantes que podemos tomar.

Agora mesmo, "todas as cartas foram lançadas". Se a Sociedade Torre de Vigia estiver errada sobre certas coisas, Ela pode estar errada sobre outras. Quanto você pode reter, e quanto deveria jogar fora? Quanto do que você acredita ainda é verdade, e quanto do que foi ensinado deve ser jogado fora?.



ABANDONANDO

Baseado em minha experiência ajudando ex-testemunhas, eu diria que as pessoas têm que passar pelo processo de partida a um passo que é pessoalmente apropriado à elas. Ninguém senão você pode determinar quão depressa você pode mudar.

Você está a apenas um pouco na estrada que conduz para longe da Sociedade Torre de Vigia. Você pode caminhar mais rapidamente que alguns, mas há um limite do quão depressa você pode se mover. Você reconhecerá eventualmente e aceitará suas limitações, então percebe que sua tolerância para as mudanças não é infinita. Você é humano, não um computador que pode ser carregado com novos dados.

Eu recomendo que você comece primeiro olhando criticamente as doutrinas das Testemunhas. Explore suas dúvidas e alargue sua perspectiva. Embora a Sociedade Torre de Vigia desencoraje isto, questione como se fosse um "cético" e avalie o que eles lhe contam. Estude outras religiões e filosofias, mesmo que soem "estranhas", procurando por inconsistências e (acima de tudo) comodidades. Aprenda mais e adquira uma visão mais larga.



O PRÓXIMO PASSO

O próximo passo é até mesmo mais difícil. Você tem que entender como anos de doutrinação o afetaram. Esta não é uma questão de lógica. Não é sobre o intelecto, mas sobre preocupações em nossos sentimentos mais íntimos. Por que agimos como temos feito? Por que acreditamos em certas coisas, sejam elas verdadeiras ou falsas? Qual é o efeito de anos sendo guiados diariamente, de acordo com um conjunto rígido de regras? (Ainda que mutantes).

Embora lidar com o conteúdo intelectual da doutrina das Testemunhas seja um problema interessante, perceber e se opor a doutrinação inexorável é bem mais difícil. Pode levar anos para ver como nós fomos amoldados. Realmente, nossos egos se rebelam contra a ideia de que pudemos ser afetados assim. Ainda uma vez mais, somos apenas humanos, e podemos ser moldados por pressão de semelhante e constante leitura seletiva, e aderência a uma doutrina que proíbe que investiguemos alternativas.



FORÇA

Se você ainda orar, reze por paciência e força para enfrentar este processo longo de mudança. Em todo caso, você deveria procurar outras pessoas que estão procurando livremente; elas podem lhe proporcionar ajuda e garantia, até mesmo caso você não concorde com todas as conclusões delas.

Apenas se lembre que há muita informação e apoio lá fora para você. Você só precisa perguntar.