facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!

 

 

O maior erro das Testemunhas de Jeová

Eduardo Edu

cristaosbereano@gmail.com

 ___________________________________

 

ÍNDICE

 

INTRODUÇÃO

    CAPÍTULO 1 – COMO ALGUÉM SE TORNA CRISTÃO.

    CAPÍTULO 2 – EXEMPLOS DE CONVERSÃO AO CRISTIANISMO – JUDEUS E GENTIOS.

    CAPÍTULO 3 TODOS OS QUE DEPOSITAM FÉ EM CRISTO (CRISTÃOS) SÃO FILHOS DE DEUS.

    CAPÍTULO 4 – QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS ERROS DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ.

    CAPÍTULO 5 – LIDANDO COM AS OBJEÇÕES.

 

APÊNDICE – SUGESTÃO DE LEITURA DE LIVROS CRISTÃOS

 

 

_____________________________________________

INTRODUÇÃO

Desde meu batismo eu tenho ouvido nos congressos, assembleias, discursos no salão do reino, conversas com irmãos e nas publicações que as Testemunhas de Jeová são os verdadeiros cristãos. Sempre me orgulhei disso. Sempre estava pronto para mostrar isso as pessoas. As publicações às vezes citam alguns historiadores e eruditos citando como eram os primeiros cristãos e daí, se esforçavam em fazer um paralelo com as atividades das Testemunhas de Jeová. Isso me convencia.

Quando me deparei com site na internet dizendo que as Testemunhas de Jeová não são os verdadeiros cristãos, pensei: O que?!?! Que absurdo!! Quem disse isso?? Que desrespeito??? Pensei em escrever e dizer um monte para o escritor. Porém, mais calmo, li o livro crise de consciência (Escrito pelo Ex-membro do corpo governante) e cheguei a conclusão que essa organização não pode ser de Deus. Mas permanecia a questão, se as Testemunhas de Jeová não são os cristãos verdadeiros, quem são eles?

Você já faz alguma vez na sua vida as seguintes perguntas: Como segundo o histórico registrado na Bíblia alguém se tornava um cristão no primeiro século? Colocando em outras palavras, que conhecimento um ser humano precisa ter para se tornar um cristão batizado? O que ele precisa saber?

É descobrindo essas respostas que você sabe quem são os verdadeiros cristãos hoje.

Eu me fiz essas perguntas e deixei a Bíblia, e apenas a Bíblia me dá essas respostas. Dependendo de quanto tempo você é uma Testemunha de Jeová, os textos que você vai ler a seguir não são desconhecidos, mas terão agora verdadeiro sentido. Tudo ficará claro como neve para você. Pegue sua Bíblia e acompanhe os textos e veja o que é o verdadeiro cristianismo.

*Todos os textos citados são da tradução Nova Versão Internacional (NVI), com exceção de alguns que são da Tradução do Novo Mundo (TNM).

 

___________________________________________

CAPITULO 1 – COMO ALGUÉM SE TORNA CRISTÃO

  Ø  A pessoa precisa reconhecer que é um pecador (alguém que erra em fazer a vontade de Deus)

Isaias 59:1-4 - Vejam! O braço do Senhor [Jeová] não está tão curto que não possa salvar, e o seu ouvido tão surdo que não possa ouvir. Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá. Pois as suas mãos estão manchadas de sangue, e os seus dedos, de culpa. Os seus lábios falam mentiras, e a sua língua murmura palavras ímpias.Ninguém entra em causa com justiça, ninguém faz defesa com integridade. Apóiam-se em argumentos vazios e falam mentiras; concebem maldade e geram iniqüidade.

Rom 3:10-18 -  Como está escrito: "Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer". "Suas gargantas são um túmulo aberto; com suas línguas enganam". "Veneno de serpentes está em seus lábios". "Suas bocas estão cheias de maldição e amargura". "Seus pés são ágeis para derramar sangue; ruína e desgraça marcam os seus caminhos, e não conhecem o caminho da paz".
"Aos seus olhos é inútil temer a Deus".

Rom 3:23 - pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.

 

 Ø  Entender que por ser um pecador, ele não atinge a Glória de Deus. Uma vez que Deus é santo e justo, ele deve punir o pecador.

Rom 1:18,19 - Portanto, a ira de Deus é revelada do céu contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça, pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.

Efé 2:1-3 - Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência.
Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.

João 3:36 - Quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele"

 

 Ø  Crer que Deus na sua grande misericórdia, enviou seu filho para morrer por nossos pecados. Ele assumiu nossa culpa e Deus agora pode nos considerar inocentes de nossos erros cometidos contra sua lei. Cristo aplacou a ira de Deus contra o pecador. Dessa forma foi satisfeita a justiça de Deus e seu grande amor.

João 3:17-18 - Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus

Efé 2:1-13 - Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência.
Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira. Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos. Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.
Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.
Portanto, lembrem-se de que anteriormente vocês eram gentios por nascimento e chamados incircuncisão pelos que se chamam circuncisão, feita no corpo por mãos humanas, e que naquela época vocês estavam sem Cristo, separados da comunidade de Israel, sendo estrangeiros quanto às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vocês, que antes estavam longe, foram aproximados mediante o sangue de Cristo.

Rom 3:21-26 - Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus,
sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus
. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos;
mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.

Rom 4:22-25 - Em conseqüência, "isso lhe foi também creditado como justiça". As palavras "lhe foi creditado" não foram escritas apenas para ele, mas também para nós,  a quem Deus creditará justiça, para nós, que cremos naquele que ressuscitou dos mortos a Jesus, nosso Senhor. Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação.

Rom 5:1-2 - Tendo sido, pois, justificados pela fé,  temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

Rom 5:6-21 - De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.
Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele!

Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação.

Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram; pois antes de ser dada a lei, o pecado já estava no mundo. Mas o pecado não é levado em conta quando não existe lei.
Todavia, a morte reinou desde o tempo de Adão até o de Moisés, mesmo sobre aqueles que não cometeram pecado semelhante à transgressão de Adão, o qual era um tipo daquele que haveria de vir. Entretanto, não há comparação entre a dádiva e a transgressão. Pois se muitos morreram por causa da transgressão de um só, muito mais a graça de Deus, isto é, a dádiva pela graça de um só homem, Jesus Cristo, transbordou para muitos! Não se pode comparar a dádiva de Deus com a conseqüência do pecado de um só homem: por um pecado veio o julgamento que trouxe condenação, mas a dádiva decorreu de muitas transgressões e trouxe justificação. Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo. Conseqüentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens.
Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos. A lei foi introduzida para que a transgressão fosse ressaltada. Mas onde aumentou o pecado, transbordou a graça, a fim de que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reine pela justiça para conceder vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor.

2 Cor. 5:18-21 - Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus. Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus.

 

 

Ø  Se arrepender de seus pecados cometidos contra Deus.

Atos 5:31 - Deus o exaltou, colocando-o à sua direita como Príncipe e Salvador, para dar a Israel arrependimento e perdão de pecados. 

Rom 2:3-4 - Assim, quando você, um simples homem, os julga, mas pratica as mesmas coisas, pensa que escapará do juízo de Deus? Ou será que você despreza as riquezas da sua bondade, tolerância e paciência, não reconhecendo que a bondade de Deus o leva ao arrependimento?

Atos 11:18 - Ouvindo isso, não apresentaram mais objeções e louvaram a Deus, dizendo: "Então, Deus concedeu arrependimento para a vida até mesmo aos gentios! "

Atos 20:21 - Testifiquei, tanto a judeus como a gregos, que eles precisam converter-se a Deus com arrependimento e fé em nosso Senhor Jesus. 

Lucas 24:47 - e que em seu nome [De Jesus Cristo] seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. 

Atos 26:20 - Preguei em primeiro lugar aos que estavam em Damasco, depois aos que estavam em Jerusalém e em toda a Judéia, e também aos gentios, dizendo que se arrependessem e se voltassem para Deus, praticando obras que mostrassem o seu arrependimento. 

 

    Apenas uma ressalva aqui, Paulo diz que as pessoas deveriam praticar obras que mostrassem o seu arrependimento. Isso não deveria ser feito antes do batismo, pois como você vai notar no próximo capitulo, as pessoas deveria demonstrar no coração o arrependimento sincero e daí ser batizada (Coisa que acontecia no mesmo dia na maioria dos casos). Se a conversão fosse verdadeira, isto é, se o novo convertido deixasse Deus mediante Cristo guiar sua vida, a partir daí ela demonstraria as obras da afirmação de arrependimento que ele fez.  

 

2 Ped 3:9 - O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento.

 Atos 3:19 - Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados

 

 

Ø  Viver para o Senhor Jesus Cristo.

Rom 6:1-23 - Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente?
De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele? Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte?
Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição.
Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado; pois quem morreu, foi justificado do pecado. Ora, se morremos com Cristo,  cremos que também com ele viveremos. Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele. Porque morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas vivendo, vive para Deus. Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros dos seus corpos ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros dos seus corpos a ele, como instrumentos de justiça. Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça.
E então? Vamos pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De maneira nenhuma! Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça?
Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida.
Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça.
Falo isso em termos humanos por causa das suas limitações humanas. Assim como vocês ofereceram os membros dos seus corpos em escravidão à impureza e à maldade que leva à maldade, ofereçam-nos agora em escravidão à justiça que leva à santidade. Quando vocês eram escravos do pecado, estavam livres da justiça. Que fruto colheram então das coisas das quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte! Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna. Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

2 Cor. 5:14-15 - Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.

 

É apenas isso que a pessoa precisa saber. Pode ser rápido para alguns entenderem ou demorar um pouco para outros, mas é extremamente profundo. É o que muda a vida da pessoa.

Nos textos abaixo você vai notar que era isso que uma pessoa precisar saber e fazer no primeiro século para se tornar um cristão batizado. Apenas isso. Tanto judeu como gentio. Esse era o requisito. Isso as vezes vai estar implícito, mas em todos eles os pontos acima tinham de ser destacados. Nem mesmo o nome de Deus tinha máxima importância para alguém se tornar discípulo, ele precisava entender APENAS os passos acima, dessa forma honraria o nome de Deus, por viver de uma maneira santa, sendo guiado por seu espirito santo.

 

 

 

______________________________________________

CAPITULO 2 – EXEMPLOS DE CONVERSÃO AO CRISTIANISMO – JUDEUS E GENTIOS

Todos os relatos são do livro de Atos dos Apóstolos:

Atos 2:30-41 - Mas ele era profeta e sabia que Deus lhe prometera sob juramento que colocaria um dos seus descendentes em seu trono. Prevendo isso, falou da ressurreição do Cristo, que não foi abandonado no sepulcro e cujo corpo não sofreu decomposição. Deus ressuscitou este Jesus, e todos nós somos testemunhas desse fato. Exaltado à direita de Deus, ele recebeu do Pai o Espírito Santo prometido e derramou o que vocês agora vêem e ouvem.
Pois Davi não subiu ao céu, mas ele mesmo declarou: ‘O Senhor disse ao meu Senhor: Senta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos como estrado para os teus pés’. "Portanto, que todo Israel fique certo disto: Este Jesus, a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo". Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: "Irmãos, que faremos? " Pedro respondeu: "Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar". Com muitas outras palavras os advertia e insistia com eles: "Salvem-se desta geração corrompida! " Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas.

 

Quando as Testemunhas de Jeová são perguntadas por que nesse dia cerca de 3.000 judeus foram batizados após crerem em Cristo, elas dizem que isso se deu por que eles já eram Testemunhas de Jeová e por isso precisavam apenas aceitar o novo arranjo de Jeová. Assim, a ideia que nos é passada, é que todos eles já adoravam a Deus unidos, seguindo todos os mesmos ensinos e que não haviam diferentes interpretações da lei, por isso teriam que apenas depositar fé em Jesus Cristo.

O que o corpo governante não nos fala é que o judaísmo do primeiro século tinha diferentes formas de pensar. Existiam os seguintes grupos: Fariseus (Dentro desse grupo existiam os separatistas e os liberais), saduceus, samaritanos, essênios, herodianos e os zelotes. Cada um desses com sua forma de ver a lei de Deus dada a Moisés.

É somente natural que dentre esses 3.000 também tivesse diferenças de opinião sobre como adorar a Deus. Porém Pedro não fez um estudo bíblico das crenças básicas do judaísmo para se certificar quem era um judeu verdadeiro e quem não era, para depois batizá-los. Não. O que esses judeus precisavam saber é que se não depositassem fé em Cristo ficariam debaixo da condenação de Deus. Era isso, somente isso que era importante saberem. Era esse conhecimento que conduzia e conduz um judeu a vida eterna. É após esse arrependimento e fé demonstrados por essas pessoas que eles começavam a entender outros ensinos de Cristo e permitir que Cristo mudasse a sua vida. Primeiro a fé em Cristo e o batismo, depois os outros ensinos que o levavam a crescer espiritualmente.

Além do mais se os judeus mesmo com suas diferenças de opinião eram Testemunhas de Jeová e por isso podia se batizados no mesmo dia em que aceitaram a fé cristã, por que HOJE quando um judeu aceita Jesus Cristo como messias ele não é batizado no mesmo dia como esses judeus foram? (Entre as Testemunhas de Jeová é claro)

Continuando sua leitura você notará que todos os judeus, independente de como pensavam ou adoravam no judaísmo, quando entendiam que tinham que se arrepender e depositar fé no filho de Deus eram batizados, a maioria no MESMO DIA. (Veja o texto abaixo de Atos 3:12-4:1-4).

 

Atos 2:47 - louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos.

Atos 3:12-4:1-4 - Vendo isso, Pedro lhes disse: "Israelitas, por que isto os surpreende? Por que vocês estão olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar por nosso próprio poder ou piedade? O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus dos nossos antepassados, glorificou seu servo Jesus, a quem vocês entregaram para ser morto e negaram perante Pilatos, embora ele tivesse decidido soltá-lo. Vocês negaram publicamente o Santo e Justo e pediram que lhes fosse libertado um assassino. Vocês mataram o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos. E nós somos testemunhas disso. Pela fé no nome de Jesus, o Nome curou este homem que vocês vêem e conhecem. A fé que vem por meio dele lhe deu esta saúde perfeita, como todos podem ver.
"Agora, irmãos, eu sei que vocês agiram por ignorância, bem como os seus  líderes.
Mas foi assim que Deus cumpriu o que tinha predito por todos os profetas, dizendo que o seu Cristo haveria de sofrer. Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados, para que venham tempos de descanso da parte do Senhor, e ele mande o Cristo, o qual lhes foi designado, Jesus. É necessário que ele permaneça no céu até que chegue o tempo em que Deus restaurará todas as coisas, como falou há muito tempo, por meio dos seus santos profetas. Pois disse Moisés: ‘O Senhor Deus lhes levantará dentre seus irmãos um profeta como eu; ouçam-no em tudo o que ele lhes disser.
Quem não ouvir esse profeta, será eliminado do meio do seu povo’.
"De fato, todos os profetas, de Samuel em diante, um por um, falaram e predisseram estes dias. E vocês são herdeiros dos profetas e da aliança que Deus fez com os seus antepassados. Ele disse a Abraão: ‘Por meio da sua descendência todos os povos da terra serão abençoados’. Tendo Deus ressuscitado o seu Servo, enviou-o primeiramente a vocês, para abençoá-los, convertendo cada um de vocês das suas maldades". Enquanto Pedro e João falavam ao povo, chegaram os sacerdotes, o capitão da guarda do templo e os saduceus. Eles estavam muito perturbados porque os apóstolos estavam ensinando o povo e proclamando em Jesus a ressurreição dos mortos.

Agarraram Pedro e João e, como já estava anoitecendo, os colocaram na prisão até o dia seguinte. Mas, muitos dos que tinham ouvido a mensagem creram, chegando o número dos homens que creram a perto de cinco mil.

Atos 5:14 - Em número cada vez maior, homens e mulheres criam no Senhor e lhes eram acrescentados.

Atos 6:7 - Assim, a palavra de Deus se espalhava. Crescia rapidamente o número de discípulos em Jerusalém; também um grande número de sacerdotes obedecia à fé.

Atos 8:12 - No entanto, quando Filipe lhes pregou as boas novas do Reino de Deus e do nome de Jesus Cristo, creram nele, e foram batizados, tanto homens como mulheres.

Atos 8:29-39 - E o Espírito disse a Filipe: “Aproxime-se dessa carruagem e acompanhe-a”. Então Filipe correu para a carruagem, ouviu o homem lendo o profeta Isaías e lhe perguntou: “O senhor entende o que está lendo?” Ele respondeu: “Como posso entender se alguém não me explicar?” Assim, convidou Filipe para subir e sentar-se ao seu lado. O eunuco estava lendo esta passagem da Escritura: Ele foi levado como ovelha para o matadouro, e como cordeiro mudo diante do tosquiador, ele não abriu a sua boca. Em sua humilhação foi privado de justiça. Quem pode falar dos seus descendentes? Pois a sua vida foi tirada da terra. O eunuco perguntou a Filipe: “Diga-me, por favor: de quem o profeta está falando? De si próprio ou de outro?” Então Filipe, começando com aquela passagem da Escritura, anunciou-lhe as boas novas de Jesus. Prosseguindo pela estrada, chegaram a um lugar onde havia água. O eunuco disse: “Olhe, aqui há água. Que me impede de ser batizado?” Disse Filipe: “Você pode, se crê de todo o coração”. O eunuco respondeu: “Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.   Assim, deu ordem para parar a carruagem. Então Filipe e o eunuco desceram à água, e Filipe o batizou. Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou Filipe repentinamente. O eunuco não o viu mais e, cheio de alegria, seguiu o seu caminho.

Atos 9:4-18 - Ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo, por que você me persegue?” Saulo perguntou: “Quem és tu, Senhor?” Ele respondeu: “Eu sou Jesus, a quem você persegue. Levante-se, entre na cidade; alguém lhe dirá o que você deve fazer. Os homens que viajavam com Saulo pararam emudecidos; ouviam a voz mas não viam ninguém. Saulo levantou-se do chão e, abrindo os olhos, não conseguia ver nada. E os homens o levaram pela mão até Damasco. Por três dias ele esteve cego, não comeu nem bebeu. Em Damasco havia um discípulo chamado Ananias. O Senhor o chamou numa visão: “Ananias!” “Eis-me aqui, Senhor”, respondeu ele. O Senhor lhe disse: Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando; numa visão viu um homem chamado Ananias chegar e impor-lhe as mãos para que voltasse a ver. Respondeu Ananias: Senhor, tenho ouvido muita coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos teus santos em Jerusalém. Ele chegou aqui com autorização dos chefes dos sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome. Mas o Senhor disse a Ananias: Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel. Mostrarei a ele o quanto deve sofrer pelo meu nome. Então Ananias foi, entrou na casa, pôs as mãos sobre Saulo e disse: “Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo”. Imediatamente, algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente. Levantando-se, foi batizado

Atos 9:32-35 - Viajando por toda parte, Pedro foi visitar os santos que viviam em Lida. Ali encontrou um paralítico chamado Enéias, que estava acamado fazia oito anos. Disse-lhe Pedro: “Enéias, Jesus Cristo vai curá-lo! Levante-se e arrume a sua cama”. Ele se levantou imediatamente. Todos os que viviam em Lida e Sarona o viram e se converteram ao Senhor.

Atos 9:34-48 - Então Pedro começou a falar: Agora percebo verdadeiramente que Deus não trata as pessoas com parcialidade, mas de todas as nações aceita todo aquele que o teme e faz o que é justo. Vocês conhecem a mensagem enviada por Deus ao povo de Israel, que fala das boas novas de paz por meio de Jesus Cristo, Senhor de todos. Sabem o que aconteceu em toda a Judéia, começando na Galiléia, depois do batismo que João pregou, como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e poder, e como ele andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo Diabo, porque Deus estava com ele. Nós somos testemunhas de tudo o que ele fez na terra dos judeus e em Jerusalém, onde o mataram, suspendendo-o num madeiro. Deus, porém, o ressuscitou no terceiro dia e fez que ele fosse visto, não por todo o povo, mas por testemunhas que designara de antemão, por nós que comemos e bebemos com ele depois que ressuscitou dos mortos. Ele nos mandou pregar ao povo e testemunhar que foi a ele que Deus constituiu juiz de vivos e de mortos. Todos os profetas dão testemunho dele, de que todo o que nele crê recebe o perdão dos pecados mediante o seu nome. Enquanto Pedro ainda estava falando estas palavras, o Espírito Santo desceu sobre todos os que ouviam a mensagem. Os judeus convertidos que vieram com Pedro ficaram admirados de que o dom do Espírito Santo fosse derramado até sobre os gentios, pois os ouviam falando em línguas e exaltando a Deus. A seguir Pedro disse: “Pode alguém negar a água, impedindo que estes sejam batizados? Eles receberam o Espírito Santo como nós!” Então ordenou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Depois pediram a Pedro que ficasse com eles alguns dias.

 

Quando Deus concedeu aos gentios se tornarem seu povo enviando Pedro, note que o que eles (Cornélio, seus parentes e amigos) precisavam saber é que Deus enviou seu filho, o ressuscitou e mediante ele, haverá um julgamento. Aqui esta implícito o que Jesus ensinou em João 3:36 – Quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele".

O derramamento do espirito santo confirmou que eles depositaram fé em Jesus Cristo. Assim, não foi necessário um estudo bíblico de meses, nem semanas, naquele dia todos eles foram batizados e se tornaram cristãos.

Na sequencia da leitura abaixo dos textos de Atos, você vai notar isso, o único conhecimento que os gentios tinham que ter era: Reconhecer que é um pecador; que merece a condenação de Deus; que Deus em seu grande amor enviou seu filho para morrer pelo pecador; que Cristo foi ressuscitado, comprovando que Deus aceitou sua morte em lugar do pecador; que é necessário depositar fé no que Cristo fez, se arrepender de seus pecados e viver o resto da vida para Cristo. Essa é a vontade do Pai.

Lendo as cartas que o apostolo Paulo escreveu para as congregações que estavam em regiões gentias, fica claro isso. Apenas dois exemplos, veja o que ele disse quando escreveu para congregação em Corinto:

 

1 Cor. 2:1,2: E assim, quando fui ter convosco, irmãos, não fui com extravagância de linguagem ou de sabedoria, declarando-vos o segredo sagrado de Deus. Pois decidi não saber coisa alguma entre vós, exceto Jesus Cristo, e este pregado numa estaca. (TNM)

1 Cor. 15:1-5: Agora, irmãos, faço-vos saber as boas novas que vos declarei, as quais também recebestes [e] nas quais também estais de pé, por intermédio das quais também estais sendo salvos, pela palavra com que vos declarei as boas novas, se é que vos apegais a elas, a menos que, de fato, vos tornastes crentes sem qualquer objetivo. Pois eu vos transmiti, entre as primeiras coisas, aquilo que também recebi, que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras; e que ele foi enterrado, sim, que foi ressuscitado no terceiro dia, segundo as Escrituras; e que ele apareceu a Cefas, depois aos doze. (TNM)

 

Atos 11:17,18 - Se, pois, Deus lhes deu o mesmo dom que nos tinha dado quando cremos no Senhor Jesus Cristo, quem era eu para pensar em opor-me a Deus? Ouvindo isso, não apresentaram mais objeções e louvaram a Deus, dizendo: “Então, Deus concedeu arrependimento para a vida até mesmo aos gentios!”

Atos 11:20,21 - Alguns deles, todavia, cipriotas e cireneus, foram a Antioquia e começaram a falar também aos gregos, contando-lhes as boas novas a respeito do Senhor Jesus. A mão do Senhor estava com eles, e muitos creram e se converteram ao Senhor.

Atos 13:38-43 - Portanto, meus irmãos, quero que saibam que mediante Jesus lhes é proclamado o perdão dos pecados. Por meio dele, todo aquele que crê é justificado de todas as coisas das quais não podiam ser justificados pela Lei de Moisés. Cuidem para que não lhes aconteça o que disseram os profetas: “ “Olhem, escarnecedores, admirem-se e pereçam; pois nos dias de vocês farei algo que vocês jamais creriam se alguém lhes contasse!” Quando Paulo e Barnabé estavam saindo da sinagoga, o povo os convidou a falar mais a respeito dessas coisas no sábado seguinte. Despedida a congregação, muitos dos judeus e estrangeiros piedosos convertidos ao judaísmo seguiram Paulo e Barnabé. Estes conversavam com eles, recomendando-lhes que continuassem na graça de Deus. Ouvindo isso, os gentios alegraram-se e bendisseram a palavra do Senhor; e creram todos os que haviam sido designados para a vida eterna.

Atos 14:1 - Em Icônio, Paulo e Barnabé, como de costume, foram à sinagoga judaica. Ali falaram de tal modo que veio a crer grande multidão de judeus e gentios.

Atos 14:21 - Eles pregaram as boas novas naquela cidade e fizeram muitos discípulos. Então voltaram para Listra, Icônio e Antioquia,

Atos 15:11 - De modo nenhum! Cremos que somos salvos pela graça de nosso Senhor Jesus, assim como eles também.

Atos 16:5 - Assim as igrejas eram fortalecidas na fé e cresciam em número cada dia.

Atos 16:15 - Tendo sido batizada, bem como os de sua casa, ela nos convidou, dizendo: “Se os senhores me consideram uma crente no Senhor, venham ficar em minha casa”. E nos convenceu.

Atos 16:30-34 - Então levou-os para fora e perguntou: “Senhores, que devo fazer para ser salvo?” Eles responderam: “Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa”. E pregaram a palavra de Deus, a ele e a todos os de sua casa. Naquela mesma hora da noite o carcereiro lavou as feridas deles; em seguida, ele e todos os seus foram batizados. Então os levou para a sua casa, serviu-lhes uma refeição e com todos os de sua casa alegrou-se muito por haver crido em Deus.

Atos 17:1-4 - Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga judaica. Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles com base nas Escrituras, explicando e provando que o Cristo deveria sofrer e ressuscitar dentre os mortos. E dizia: “Este Jesus que lhes proclamo é o Cristo”. Alguns dos judeus foram persuadidos e se uniram a Paulo e Silas, bem como muitos gregos tementes a Deus, e não poucas mulheres de alta posição.

Atos 17:11, 12 - Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. E creram muitos dentre os judeus, bem como dentre os gregos, um bom número de mulheres de elevada posição e não poucos homens.

Atos 17:27-34 - Deus fez isso para que os homens o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós. “Pois nele vivemos, nos movemos e existimos”, como disseram alguns dos poetas de vocês: “Também somos descendência dele”. Assim, visto que somos descendência de Deus, não devemos pensar que a Divindade é semelhante a uma escultura de ouro, prata ou pedra, feita pela arte e imaginação do homem. No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Quando ouviram sobre a ressurreição dos mortos, alguns deles zombaram, e outros disseram: “A esse respeito nós o ouviremos outra vez”. Com isso, Paulo retirou-se do meio deles. Alguns homens juntaram-se a ele e creram. Entre eles estava Dionísio, membro do Areópago, e também uma mulher chamada Dâmaris, e outros com eles.

Atos 18:1-4 -Depois disso Paulo saiu de Atenas e foi para Corinto. Ali, encontrou um judeu chamado Áqüila, natural do Ponto, que havia chegado recentemente da Itália com Priscila, sua mulher, pois Cláudio havia ordenado que todos os judeus saíssem de Roma. Paulo foi vê-los e, uma vez que tinham a mesma profissão, ficou morando e trabalhando com eles, pois eram fabricantes de tendas. Todos os sábados ele debatia na sinagoga, e convencia judeus e gregos.

Atos 18:5-8 - Depois que Silas e Timóteo chegaram da Macedônia, Paulo se dedicou exclusivamente à pregação, testemunhando aos judeus que Jesus era o Cristo. Opondo-se eles e lançando maldições, Paulo sacudiu a roupa e lhes disse: “Caia sobre a cabeça de vocês o seu próprio sangue! Estou livre da minha responsabilidade. De agora em diante irei para os gentios”. Então Paulo saiu da sinagoga e foi para a casa de Tício Justo, que era temente a Deus e que morava ao lado da sinagoga. Crispo, chefe da sinagoga, creu no Senhor, ele e toda a sua casa; e dos coríntios que o ouviam, muitos criam e eram batizados.

Atos 18:27 - Querendo ele ir para a Acaia, os irmãos o encorajaram e escreveram aos discípulos que o recebessem. Ao chegar, ele auxiliou muito os que pela graça haviam crido

Atos 19:1-7 - Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, atravessando as regiões altas, chegou a Éfeso. Ali encontrou alguns discípulos e lhes perguntou: “Vocês receberam o Espírito Santo quando creram?” Eles responderam: “Não, nem sequer ouvimos que existe o Espírito Santo”. “Então, que batismo vocês receberam?”, perguntou Paulo. “O batismo de João”, responderam eles. Disse Paulo: “O batismo de João foi um batismo de arrependimento. Ele dizia ao povo que cresse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. Ouvindo isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus. Quando Paulo lhes impôs as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo, e começaram a falar em línguas e a profetizar. Eram ao todo uns doze homens.

Atos 19:17-20 - Quando isso se tornou conhecido de todos os judeus e gregos que viviam em Éfeso, todos eles foram tomados de temor; e o nome do Senhor Jesus era engrandecido. Muitos dos que creram vinham, e confessavam e declaravam abertamente suas más obras. Grande número dos que tinham praticado ocultismo reuniram seus livros e os queimaram publicamente. Calculado o valor total, este chegou a cinqüenta mil dracmas. Dessa maneira a palavra do Senhor muito se difundia e se fortalecia.

Atos 20:18-21 - Quando chegaram, ele lhes disse: Vocês sabem como vivi todo o tempo em que estive com vocês, desde o primeiro dia em que cheguei à província da Ásia. Servi ao Senhor com toda a humildade e com lágrimas, sendo severamente provado pelas conspirações dos judeus. Vocês sabem que não deixei de pregar-lhes nada que fosse proveitoso, mas ensinei-lhes tudo publicamente e de casa em casa.  Testifiquei, tanto a judeus como a gregos, que eles precisam converter-se a Deus com arrependimento e fé em nosso Senhor Jesus.

Atos 22:12-21 - Um homem chamado Ananias, fiel seguidor da lei e muito respeitado por todos os judeus que ali viviam, veio ver-me e, pondo-se junto a mim, disse: “Irmão Saulo, recupere a visão”. Naquele mesmo instante pude vê-lo.  Então ele disse: “O Deus dos nossos antepassados o escolheu para conhecer a sua vontade, ver o Justo e ouvir as palavras de sua boca.  Você será testemunha dele a todos os homens, daquilo que viu e ouviu.  E agora, que está esperando? Levante-se, seja batizado e lave os seus pecados, invocando o nome dele”. Quando voltei a Jerusalém, estando eu a orar no templo, caí em êxtase e vi o Senhor que me dizia: “Depressa! Saia de Jerusalém imediatamente, pois não aceitarão seu testemunho a meu respeito”. Eu respondi: Senhor, estes homens sabem que eu ia de uma sinagoga a outra, a fim de prender e açoitar os que crêem em ti. E quando foi derramado o sangue de tua testemunha Estêvão, eu estava lá, dando minha aprovação e cuidando das roupas dos que o matavam. “Então o Senhor me disse: “Vá, eu o enviarei para longe, aos gentios””.

Atos 26:15-29 - Então perguntei: Quem és tu, Senhor? Respondeu o Senhor: “Sou Jesus, a quem você está perseguindo. Agora, levante-se, fique em pé. Eu lhe apareci para constituí-lo servo e testemunha do que você viu a meu respeito e do que lhe mostrarei. Eu o livrarei do seu próprio povo e dos gentios, aos quais eu o envio para abrir-lhes os olhos e convertê-los das trevas para a luz, e do poder de Satanás para Deus, a fim de que recebam o perdão dos pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim”. Assim, rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial. Preguei em primeiro lugar aos que estavam em Damasco, depois aos que estavam em Jerusalém e em toda a Judéia, e também aos gentios, dizendo que se arrependessem e se voltassem para Deus, praticando obras que mostrassem o seu arrependimento. Por isso os judeus me prenderam no pátio do templo e tentaram matar-me. Mas tenho contado com a ajuda de Deus até o dia de hoje, e, por este motivo, estou aqui e dou testemunho tanto a gente simples como a gente importante. Não estou dizendo nada além do que os profetas e Moisés disseram que haveria de acontecer: que o Cristo haveria de sofrer e, sendo o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, proclamaria luz para o seu próprio povo e para os gentios. A esta altura Festo interrompeu a defesa de Paulo e disse em alta voz: “Você está louco, Paulo! As muitas letras o estão levando à loucura!” Respondeu Paulo: Não estou louco, excelentíssimo Festo. O que estou dizendo é verdadeiro e de bom senso. O rei está familiarizado com essas coisas, e lhe posso falar abertamente. Estou certo de que nada disso escapou do seu conhecimento, pois nada se passou num lugar qualquer. Rei Agripa, crês nos profetas? Eu sei que sim. Então Agripa disse a Paulo: “Você acha que em tão pouco tempo pode convencer-me a tornar-me cristão?” Paulo respondeu: “Em pouco ou em muito tempo, peço a Deus que não apenas tu, mas todos os que hoje me ouvem se tornem como eu, porém sem estas algemas”.

Atos 28:23-29 - Assim combinaram encontrar-se com Paulo em dia determinado, indo em grupo ainda mais numeroso ao lugar onde ele estava. Desde a manhã até a tarde ele lhes deu explicações e lhes testemunhou do Reino de Deus, procurando convencê-los a respeito de Jesus, com base na Lei de Moisés e nos Profetas. Alguns foram convencidos pelo que ele dizia, mas outros não creram. Discordaram entre si mesmos e começaram a ir embora, depois de Paulo ter feito esta declaração final: Bem que o Espírito Santo falou aos seus antepassados, por meio do profeta Isaías: “Vá a este povo e diga: Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão. Pois o coração deste povos e tornou insensível; de má vontade ouviram com os seus ouvidos, e fecharam os seus olhos. Se assim não fosse, poderiam ver com os olhos, ouvir com os ouvidos, entender com o coração e converter-se, e eu os curaria”[83]. “Portanto, quero que saibam que esta salvação de Deus é enviada aos gentios; eles a ouvirão!” Depois que ele disse isto, os judeus se retiraram, discutindo intensamente entre si.

 

 

_______________________________________

CAPITULO 3 – TODOS OS QUE DEPOSITAM FÉ EM CRISTO (CRISTÃOS) SÃO FILHOS DE DEUS

Todos os cristãos (Que depositam fé em Cristo) são nascidos de novo e pertence a família de Deus.

A única maneira de se tornar um cristão batizado é por reconhecer que somos pecadores, que esse pecado nos faz merecer a justa condenação de Deus, que Deus enviou seu filho para morrer por nossos pecados e nos dar vida eterna se nos arrependermos e vivermos para ele. Assim como quando você casa, você se torna um cônjuge automaticamente, quando você depositar fé em Jesus Cristo (Se torna um cristão) você é um filho de Deus (Uma coisa esta conectada a outra). Eles saem da família do Diabo e se tornam membros adotados da família de Deus. Veja as claras evidências bíblicas abaixo:

João 3:3 - Em resposta, Jesus declarou: "Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo".

João 1:11-13 - Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.

1 João 2:29 - Se vocês sabem que ele é justo, saibam também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.

1 João 3:1-2 - Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é.

1 João 3:7-11 - Filhinhos, não deixem que ninguém os engane. Aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo. Aquele que pratica o pecado é do diabo, porque o diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo. Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus.
Desta forma sabemos quem são os filhos de Deus e quem são os filhos do diabo: quem não pratica a justiça não procede de Deus; e também quem não ama seu irmão. Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

1 João 4:7-9 - Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele.

1 João 5:1-5 - Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também ao que dele foi gerado.
Assim sabemos que amamos os filhos de Deus: amando a Deus e obedecendo aos seus mandamentos. Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus.

1 João 5:18-19 - Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o Maligno não o atinge.
Sabemos que somos de Deus
e que o mundo todo está sob o poder do Maligno.

Gálatas 4:1- - Digo porém que, enquanto o herdeiro é menor de idade, em nada difere de um escravo, embora seja dono de tudo. No entanto, ele está sujeito a guardiães e administradores até o tempo determinado por seu pai. Assim também nós, quando éramos menores, estávamos escravizados aos princípios elementares do mundo. Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da lei, a fim de redimir os que estavam sob a lei, para que recebêssemos a adoção de filhos.
E, porque vocês são filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho aos seus corações, o qual clama: "Aba, Pai". Assim, você já não é mais escravo, mas filho; e, por ser filho, Deus também o tornou herdeiro.
Antes, quando vocês não conheciam a Deus, eram escravos daqueles que, por natureza, não são deuses. Mas agora, conhecendo a Deus, ou melhor, sendo por ele conhecidos, como é que estão voltando àqueles mesmos princípios elementares, fracos e sem poder? Querem ser escravizados por eles outra vez? Vocês estão observando dias especiais, meses, ocasiões específicas e anos! Temo que os meus esforços por vocês tenham sido inúteis.

Romanos 8:1-16 - Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado. E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem, de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus. Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. Mas se Cristo está em vocês, o corpo está morto por causa do pecado, mas o espírito está vivo por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vocês, aquele que ressuscitou a Cristo dentre os mortos também dará vida a seus corpos mortais, por meio do seu Espírito, que habita em vocês.
Portanto, irmãos, estamos em dívida, não para com a carne, para vivermos sujeitos a ela. Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão, porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temer, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: "Aba, Pai". O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus.

2 Cor 5:17 - Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!

 

  

 

_______________________________________

CAPITULO 4 – QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS ERROS DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

#Erro nº1Exigir das pessoas algo que nem Deus exige para se tornarem cristãos batizados

Como Testemunha de Jeová para se tornar um cristão batizado você teve que seguir os passos abaixo: 

1. Estudou um livro com inúmeros capítulos e concordou com todos os ensinos

2. Fez uma entrevista com dois anciãos para saber se você concordava com o que estava aprendendo e daí você passou a ser considerado um publicador não batizado. 

3. Você manteve suas horas de forma regular, era frequente nas reuniões, não questionava nenhum ensino bíblico aprendido, então você deu seu nome para o batismo. 

4. Você teve que responder mais de 100 perguntas, entender e concordar com elas. Depois os anciãos que fizeram a consideração com você se reuniram e decidiram que você entendeu as perguntas e principalmente que concorda com elas.

 

Agora a pergunta é: Aonde na bíblia diz que esse é o procedimento para você se tornar um cristão batizado? Quais evidências bíblicas nós vimos acima? O que Deus exigiu dos primeiros cristãos para eles se tornarem seguidores de seu filho batizados? A pessoa precisa apenas:

Ø  Reconhecer que é um pecador e que esse pecado o distancia de Deus.

Ø  Que merecemos o justo julgamento de Deus, pois a justiça e a santidade são inerentes a Deus e por isso ele precisa julgar e condenar o pecador.

Ø  Que Deus nos seu grande amor, providenciou que a justiça fosse feita e ao mesmo tempo mostrou misericórdia pelo pecador, por enviar seu filho Jesus Cristo para morrer em lugar do pecador e assim o absolver de sua punição declarando-o justo aos seus olhos.

Ø  O pecador deve se arrepender de seus pecados e depositar fé e sua vida a Cristo Jesus.

 

São esses e apenas esses os requisitos para se tornar um cristão batizado.

 

#Erro nº2Não exigir das pessoas algo que Deus exige para se tornarem cristãos batizados.

Conforme vimos no erro nº 1, o corpo governante exige algo das pessoas que não é necessário e não exige o que é necessário. Veja o seu caso, se você é um membro das chamadas “outras ovelhas”, você foi batizado seguindo todo o procedimento do corpo governante, talvez demorou muito tempo, teve que primeiro fazer muitas mudanças e depois foi batizado. Porém, você não seguiu os passos necessários para ser batizado. Isto é, você não recebeu o conhecimento necessário para ser batizado. Olhando para o que Deus exige do pecador, você chegou a seguir esses passos? Não chegou, como eu não cheguei. Isso é grave. Todo esforço que fizemos não nos levou a seguir verdadeiramente o filho de Deus.

 

#Erro nº3 Manter as pessoas debaixo do julgamento de Deus.

Para você entender o que quero dizer, vamos relembrar o que o Apostolo Paulo escreveu aos cristãos em Éfeso e em Roma:

 Efé 2:1-3 - Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.

Rom 3:23 - pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.

 

Todos nós somos pecadores e portanto merecemos a condenação de Deus. A perfeita santidade e justiça de Deus exige que ele puna o pecador, eu e você. Merecemos a morte devido nossa pecaminosidade, erramos contra a lei de Deus, erramos ontem, hoje e erraremos amanhã. E visto que violamos a lei de Deus, precisamos responder por isso.

Pense na lei de nosso país, quando cometemos um crime, ou seja, violamos a lei, precisamos pagá-la. Você não pode dizer ao juiz que você têm sido uma boa pessoa, que ajuda os outros e que por isso você deve ser perdoado, não. Por certo é elogiável suas ações bondosas, mas você deve pagar pela infração cometida. Da mesma forma Deus, nós violamos a sua lei, precisamos pagar por isso, mesmo que tenhamos feito boas ações.

Agora pense na gravidade dos ensinos do corpo governante, ele te ensinou a crer em Cristo e em seu Pai, porém lhe é negado à absolvição que o apostolo Paulo escreve abaixo:

Rom 3:21-26 - Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus,
sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus
. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos;
mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.

 

Segundo o apostolo Paulo quando o pecador depositar fé em Jesus Cristo (E é isso o que precisa para ser batizado como cristão) ele é justificado dos pecados cometidos. É como se o juiz te liberasse do tribunal e mandasse que Cristo fosse preso em seu lugar. Você não é liberado por que merece, longe disso, você merece a punição, mas você é liberado por que Cristo assumiu sua culpa e assim a justiça de Deus esta sendo feita. Você foi liberado por graça ou benignidade imerecida.

Mas, como o corpo governante ensina que isso não se aplica a você, então você permanece na culpa e apesar de crer em Jesus Cristo você ainda merece a punição. Meu Deus, como um grupo que diz ensinar a verdade pode excluir as pessoas de algo tão maravilhoso.

Você conseguiu entender a gravidade disso.

 

 

#Erro nº4 Manter as pessoas mortas em seus pecados e transgressões.

O apostolo Paulo escrevendo aos irmãos em Éfeso disse o seguinte:

Efé 2:1-3 - Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.

Se conforme o corpo governante ensina o sacrifício de Cristo (Que resulta na justificação pela fé) se aplica apenas aos “ungidos” - cerca de 14.000 hoje na Terra - então todas as outras pessoas que depositam sua confiança em Cristo estão ainda “mortos em suas transgressões e pecados”, não importa o que você faça, você esta morto e caminhando para morte eterna. Isso por que o que Deus fez por meio de Cristo é para apenas 144.000 pessoas (14.000 vivas hoje - 2014). Parece justo isso? Parece justo que você crê em Cristo, se arrependeu de seus pecados e mesmo assim, continua “morto em suas transgressões e pecados”?

Se seguirmos o que o corpo governante ensina como “verdade” (Contrariando esse ensino claro da Bíblia) eu e você estamos mortos em nossos pecados. Em quem você vai crer?

 

 

#Erro nº5 Privar as pessoas da intimidade entre elas e Deus, como a relação entre pai e filho.

Veja o que o apostolo Paulo diz daqueles que depositam sua fé em Jesus Cristo...

2 Cor. 5:18-21 - Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus. Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus.

Rom 5:1-2 - Tendo sido, pois, justificados pela fé,  temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

1 João 5:1-5 - Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também ao que dele foi gerado. Assim sabemos que amamos os filhos de Deus: amando a Deus e obedecendo aos seus mandamentos. Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus.

 

Isso que você acabou de ler é maravilhoso, é para louvarmos nosso Deus eternamente. Mediante a fé genuína que temos em Cristo somos reconciliados com Deus, estávamos longe, mas agora estamos perto. Éramos inimigos, mas agora somos amigos. Devido nossos pecados contra o Santo Deus não tínhamos paz com Deus, mas como diz o Apostolo Paulo justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé”. Estávamos órfãos nesse mundo, debaixo do deus desse sistema, não éramos considerados filhos de Deus, devido nossa pecaminosidade. Mas agora somos filhos de Deus, podemos ir até nosso Deus e o chamarmos carinhosamente de pai. Nosso pai amado.

Porém o corpo governante ensina que isso é para apenas cerca de 14.000 pessoas vivas hoje (Conforme o anuário de 2015). Apenas para eles. Assim, se você não é um “ungido” você ainda não esta reconciliado com Deus, esta longe de Deus, é inimigo de Deus, não têm paz com Deus e não é um filho de Deus. Você acha esse ensino do corpo governante são boas novas?

 

Queremos levar essas “boas novas” às pessoas em nosso território?

 

  

 

________________________________________________

CAPITULO 5 – LIDANDO COM AS OBJEÇÕES

Quais são as objeções usadas pela liderança das Testemunhas de Jeová?

Antes de vermos as objeções propriamente ditas é importante entender uma regra clara de interpretação bíblica.

Quando um texto bíblico permite mais de um entendimento, optaremos pelo entendimento que não contrarie um ensino explicito da Bíblia.

É justamente essa regra de interpretação que faz com que as Testemunhas de Jeová não aceitem o entendimento de que Jesus Cristo é o único Deus verdadeiro. Por exemplo, em João 20:28 Tomé disse a Jesus “Meu senhor e meu Deus”, porém na oração que Cristo faz a seu pai registrada em João 17:3 Jesus chama seu pai de “único Deus verdadeiro”. Assim, uma vez que o próprio Cristo foi explícito que seu pai é o único Deus verdadeiro, então as palavras de Tomé a Jesus deve ser entendida de uma maneira que não viole o ensino explícito de Cristo. Daí as Testemunhas de Jeová oferecem vários possibilidades do que significam as palavras de Tomé. O mesmo fazem os unitaristas. (Veja http://www.unitarismobiblico.com/1/?p=81)

Assim, fica claro que as Testemunhas de Jeová concordam com esse critério de interpretação.

Conforme vamos ver abaixo, os textos usados para ensinar que é possível as pessoas depositarem fé em Cristo, mas não nascerem de novo, não serem filhos de Deus, não serem justificados, são textos que permitem mais de um entendimento. E não poderemos optar pela explicação que viola o claro ensino bíblico de que:

Ø  As pessoas se tornam cristãs mediante a fé em Jesus Cristo (Isso significa, reconhecer que é um pecador, que merece a condenação de Deus por ser um pecador, que Deus no seu grande amor e ao mesmo tempo satisfazendo sua justiça perfeita, enviou seu filho para morrer no lugar do pecador, precisamos nos arrepender e depositar fé no filho de Deus, essa fé se for genuína produzira uma mudança na vida da pessoa, produzirá boas ações) 

Ø  Todo aquele que deposita fé em Jesus Cristo é nascido de novo por Deus, mediante seu espírito. Assim como quando você casa, você é um cônjuge.

Ø  Todo aquele que deposita fé em Cristo é justificado dos seus pecados.

 

Assim, vamos ver os textos usados pelo corpo governante e verificar as alternativas de entendimento. Lembre-se não podemos concordar com um entendimento que vai contra o claro e fundamental ensino bíblico da salvação mediante a fé em Cristo.

 

Objeção #1 Pequeno Rebanho

Pelo menos quatro interpretações foram formuladas:

1 – O pequeno rebanho se refere aos 144.000 descrito em Revelação 14:1-4 e Revelação 7:1-9. (Interpretação do corpo governante)

2 – O pequeno rebanho se refere aos apóstolos de Cristo, com quem ele estava falando ali naquele momento. Assim, visto serem 12 homens, é evidente que se refere ao um pequeno rebanho que com o tempo iria aumentar abrangendo muito mais humanos. Um número indefinido, pois todos os que verdadeiramente se converterem a Cristo são dele.

3 – O pequeno rebanho se refere todos os cristãos que aceitam verdadeiramente seguir Cristo, pois de acordo com as palavras de Jesus em Mateus 7:13,14 o caminho do cristianismo é apertado e poucos passam por ele. Ou seja, os cristãos verdadeiros serão poucos em comparação com os não cristãos e os falsos cristãos.

4 – Pequeno rebanho se refere aos judeos que depositaram fé em Cristo. Veja o link abaixo. Esse é bom entendimento.

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/10/pequeno-rebanho-e-outras-ovelhas-quem.html

De todas as explicações acima a única que não é possível é a formulada pelo Corpo Governante, pois limita a apenas 144.000 pessoas nascerem de novo e serem justificados (salvos da ira justa de Deus) pela fé em Cristo. Essa interpretação deve ser desconsiderada.

 

Objeção #2 - Grande multidão:

Pelo menos três interpretações foram formuladas:

1 – Se refere a todos os cristãos que não nasceram de novo e que irão viver eternamente na Terra. Eles não são declarados justos mediante a fé em Cristo e precisam estar em associação com o restante dos 144.000 (Atualmente (em 2014) 14.000 pessoas) para serem salvos do julgamento vindouro. Depois com o apoio desses 144.000, terão que viver mais 1.000 anos em obediência a Deus (mediante os representantes da organização na Terra) para serem declarados justos mediante o sangue de Cristo. (Interpretação do corpo governante)*

*Que essa é apenas uma maneira de entender quem são a grande multidão é admitido implicitamente nos artigos da Torre de vigia e de seus defensores, pois são usadas expressões como “A grande multidão não necessariamente precisa está nos céus, por servir no templo (naós) de Deus”, “a grande multidão não necessariamente precisa está nos céus pelo fato de está diante do trono”. As expressões “não necessariamente”, “não precisamos forçosamente entender assim” indicam em outras palavras o seguinte: o interprete pode entender que a “grande multidão” está nos céus, mas podemos também entender que ela serve a Deus em seu templo na Terra. Porém, conforme vimos acima, o ensino claro da Bíblia exclui a mera possibilidade desse entendimento, pois para ele ser verdadeiro deveria haver cristãos que não nasceram de novo, que não foram justificados, que não são filhos de Deus. E conforme vimos nos capítulos anteriores um cristão assim não é um cristão.

2 – São todos os cristãos verdadeiramente convertidos a Cristo, por isso perseveram até o fim e vivem pelo espirito e não pela carne. Visto estarem perante o trono de Deus como os outros seres que claramente estão nos céus, eles também estão na presença de Deus, perante seu trono. Além do mais, eles servem dia e noite no templo (naós) de Deus que conforme Revelação 11:19 está no céus. Assim, pelo contexto imediato eles estão nos céus apesar de serem um grupo à parte dos 144.000. (Saiba mais em http://www.mentesbereanas.org/download/bibmb_grandemultidao.pdf)

3 – São os cristãos gentios (outras nações) verdadeiramente convertidos. Veja o link abaixo:

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/10/pequeno-rebanho-e-outras-ovelhas-quem.html

Novamente a interpretação nº 1 deve ser desconsiderada pois contradiz os ensinos claros da Bíblia sobre como o ser humano pecador pode se reconciliar com Deus.

 

Objeção #3 - 144.000

Pelo menos três interpretações foram formuladas:

1 – São os escolhidos por Deus para reinarem com Jesus Cristo, apenas eles nasceram de novo e são justificados pela fé em Cristo. Apenas eles são filhos de Deus. (Interpretação do corpo governante)

2 – São israelitas carnais. São aqueles que o Apostolo Paulo se referiu como o restante que será salvo dos israelitas carnais. Veja o link abaixo:

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/10/pequeno-rebanho-e-outras-ovelhas-quem.html

3 – São os cristãos verdadeiramente convertidos. Eles são visto de uma outra perspectiva, como israelitas espirituais e como “Grande Multidão”.

Você já deve ter percebido qual dos entendimentos não é possível aceitarmos, segundo o claro ensino de Deus de que todos os que depositam fé em seu filho: podem ser batizados como cristãos - nascerem de novo - serem adotados na família espiritual de Deus - serem justificados dos seus pecados e estarem em paz com nosso Pai celestial.

 

Objeção #4 - Os que ajudam os irmãos de Cristo (Mateus 25:31-46):

Pelo menos quatro interpretações foram formuladas:

1 – São aqueles que não irão reinar com Cristo, são os que viverão eternamente aqui na Terra e pra isso precisam ajudar os irmãos de Cristo (para todos os efeitos, os irmãos de Cristo são os membros do corpo governante). (Interpretação do corpo governante)

2 – São os próprios cristãos verdadeiramente convertidos (A fé verdadeira produz ações amorosas). Ao lermos o texto parece que esta se falando deles como um outro grupo, mas na realidade são eles próprios quando estão servindo seus irmãos. Em 1 João 5 fala dos cristãos amando outros cristãos e eles são referidos como “amando aos irmãos” de Cristo, mas eles mesmos também eram irmãos de Cristo.  Ou exemplo é quando Jesus diz para Pedro cuidar das ovelhinhas de Cristo, mas o próprio Pedro também é era ovelhinha de Cristo.

Novamente, o entendimento correto é o segundo, pois não viola o claro ensino bíblico da posição de filhos de Deus de todos os que depositam sua fé em Cristo Jesus.

 

Objeção #5 - Quem viverá eternamente na Terra:

Pelo menos duas interpretações foram formuladas:

1 – Os que fazem parte da grande multidão, pois os “ungidos” precisam reinar sobre alguém. (Interpretação do corpo governante)

2 – Os que sobreviverem ao dia de julgamento de Deus e que morreram na ignorância conforme Paulo explicou aos atenienses em Atos 17:30. Todos os cristãos verdadeiros irão reinar sobre esses.  Eles (cristãos) terão corpos semelhantes ao de Cristo que subiu com seu corpo glorificado aos céus (Leia Fil. 3:21). Os cristãos poderão muito bem fazer o mesmo de acordo com a vontade de Deus. Lembre-se que a promessa de um novo céu e uma nova Terra registrada em 2 Pedro 3:13 foi dirigida aqueles que tinham esperança celestial (Leia 2 Pedro 1:10,11 e 1 Pedro 1:3-5). Assim os cristãos herdarão os céus e a Terra. Em Revelação a Nova Jerusalém é descrita simbolicamente como que descendo à Terra. Em revelação 5:10 diz que os cristãos reinarão sobre a Terra. Assim, essa é uma possibilidade real aos cristãos que reinarão com Cristo.

 

Objeção #6 – 1 João 2:2 – “Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo”

Pelo menos duas interpretações foram formuladas:

1 – Segundo a interpretação do corpo governante João esta dizendo que Cristo é a propiciação pelos pecados não apenas dos ungidos (“nossos pecados”), mas das outras pessoas que não ungidas. (Interpretação do corpo governante)

2 – Outra interpretação de acordo com os claros ensinos bíblicos é que o Apostolo João esta dizendo que Cristo morreu não apenas pelos pecados dele e dos cristãos para quem ele escreveu, mas pelos pecados de todas as pessoas do mundo. Elas precisam apenas ter fé no filho de Deus, daí Cristo também terá morrido pelos pecados delas. Isso fica evidente quando consideramos o mesmo assunto que João escreve em sua primeira carta com as palavras do próprio Cristo registradas em seu evangelho. Conforme abaixo Jesus disse que ele morreu pelos pecados do mundo inteiro (De qualquer pessoa que demonstrar fé nele):

João 3:16-19 - "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus. Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más.

 

Conforme vimos cada texto usado pelo corpo governante para tirar das pessoas a esperança cristã de ser reconciliada com Deus mediante a fé em Cristo, são textos que permitem mais de uma interpretação. As opções de interpretação acima não são exaustivas, podem ser que tenha outra com mais suporte bíblico. Porém nenhuma delas pode contradizer o ensino bíblico claramente exposto nesse folheto.

 

Termino com a mensagem maravilhosa para todos os humanos pecadores:

Rom 5:1-2 - Tendo sido, pois, justificados pela fé,  temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

 

 

______________________________________

É necessário responder a uma ultima questão: Como todos podem ser cristãos unidos se não há um consenso de crenças. Por exemplo, os que crêem na Trindade são cristãos? Eu não creio na trindade, devo considerar uma pessoa que crê em Cristo, mas é trinitário, como meu irmão na fé?

Conforme você viu aqui o que faz alguém se torna um cristão verdadeiro é a fé em Jesus Cristo e viver essa fé, viver por espírito e movido pelo amor de Deus. Assim, a união dos cristãos têm como base essa verdade bíblica. É evidente que quem crer em Jesus Cristo também irá acreditar na Bíblia como a palavra de Deus.

Então cada um pode crer no que quiser?

Evidente que não, cada um deve crer no que a Bíblia ensina. Todo cristão verdadeiro deve crer que a Bíblia é a palavra de Deus. O problema ocorre quando passamos para o campo da interpretação da Bíblia.

Como exemplo, os unitaristas bíblicos têm seus argumentos a favor do monoteísmo estrito (Adoração apenas ao pai) e os trinitários têm seus argumentos a favor do monoteísmo aberto (Deus se manifestando em três pessoas). Você mesmo pode ver esses argumentos (E analisar o que faz mais sentido) em pelo menos dois sites:

Em favor da interpretação de que apenas o Pai é o Deus verdadeiro:

http://www.unitarismobiblico.com/1/

Em favor da interpretação de que Deus se manifestou em três pessoas:

http://4jehovah.org/pt-pt/a-divindade-de-jesus-cristo/

Ambos os lados têm dificuldades para explicar alguns textos bíblicos. Minha posição atual é do unitarismo bíblico, embora eu mesmo tenha dificuldade com alguns textos bíblicos a favor especificamente sobre se podemos conversar com Cristo, além de orarmos ao Pai. Isso pode ser feito? Posso conversar com Cristo, sem violar a adoração ao pai? Essa é minha dúvida. Estou pesquisando e orando para entender.

Alguns assuntos bíblicos são explícitos, permitindo apenas uma interpretação, outros são abertos, permitindo mais de uma interpretação. Podemos assumir uma posição e com respeito e amor, ajudar nossos irmãos a verem quão razoável é nosso entendimento.

Visto termos essa abertura de entendimento, percebeu por que os cristãos devem estar unidos na verdade bíblica de que nossa união deve ter como base Jesus Cristo, e o amor que devemos ter por Deus, pelos irmãos e que devemos andar por espírito, buscando a madureza cristã?

O que eu quero dizer é, poderia você ou eu condenar nosso irmão na fé a morte por que ele concorda com os textos bíblicos sobre um determinado assunto, mas discorda sinceramente de nossa interpretação? Podemos fazer isso mesmo sabendo que Ele reconheceu que é um pecador, se arrependeu de seus pecados, entregou sua vida a Cristo e vive pelo espírito e em amor cristão, procurando a madureza cristã? Podemos condená-lo? Ou no máximo podemos com amor tentar reajustar seu pensamento sobre um determinado ensino bíblico, que acreditamos termos a melhor explicação?

Vou deixar como sugestão um livro (abaixo) que têm ajudado muitos a interpretar a Bíblia respeitando as regras de interpretação como contexto, estilo literário, assunto em pauta, etc.

 

Entendes o que lês? – Gordon Fee

 

 

___________________________________________

APÊNDICE

Sugestão de leitura de livros cristãos

Depois que uma Testemunha de Jeová se depara com que vimos aqui a tendência é ficarmos perdidos espiritualmente, mas ore a nosso amado Deus, ele quer que você tenha uma verdadeira intimidade com ele, se você depositar fé no seu filho e viver essa fé (Leia o livro de Romanos Capítulos 1 à 8) você é um filho espiritual Dele. Você foi justificado de seus pecados, não precisa esperar o Armagedom e depois mais 1.000 de obediência, seguindo a orientação dos “príncipes” para apenas depois se tornar um filho de Deus. Isso já esta a sua disposição.

Abaixo alguns livros que vão te ajudar a saber como os primeiros cristãos se reuniam e adoravam a Deus. Também não posso de deixar de te sugerir os livros de Raymond Franz (Ex-Membro do Corpo Governante), pois você vai saber a verdade sobre essa organização.

 

Ø  Em Busca da Liberdade Cristã (Raymond Franz)

Ø  Crise de consciência (Raymond Franz)

Ø  Reimaginando a Igreja ou Reconsiderando o Odre (Frank Viola)*

Ø  Quem é a sua cobertura (Frank Viola)*

 

*O escritor crê na doutrina da Trindade, por isso é necessário ler com discernimento. Mesmo com essa crença do autor os argumentos se mantêm validos.

 

 

Contato: cristaosbereano@gmail.com

 

 facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!