O INDICETJ.COM traz até você - em modo para impressão - destaques da seção "Emails" do indispensável site Testemunha (Odracir)

 

 

 facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!

 

009 - Imagem Real ou Virtual?

M. F., Brasil, 7/4/2001

 

Senhor Odracir

Para mim, pelo que pude discernir visitando seu "bem elaborado site...", por mais brilhante que o senhor queira se mostrar, ficou muito claro que trata-se de contumaz APÓSTATA. Lamento aqueles que sem o conhecimento bíblico, não discernirem que o senhor é um hábil ministro daquele que pode se transformar até em anjo de luz, SATANÁS, O DIABO. O senhor sabe muito bem o fim que lhe aguarda.

 

Prezado Senhor

Antes de qualquer coisa, agradeço-lhe por conceder de seu tempo ao estudo de minha HP. A partir de seus comentários, devo deduzir que fez um exame detido das matérias apresentadas, pois, do contrário, não teria porque considerá-las como um "bem elaborado site". É bem evidente que minhas explanações o comoveram - ao ponto de desejar expressar-se diretamente à minha pessoa. Como em nenhuma parte de minha página classifico a mim próprio como "brilhante" nem faço uso deste termo - sendo de sua própria iniciativa a primeira menção dele - considerarei tal asserção como um elogio implícito ao meu estilo de escrita. Deveras, tenho me empenhado em expor os fatos de maneira respeitosa, sóbria e objetiva, evitando o dogmatismo ou ataques pessoais. A exaltação é danosa à credibilidade. Acredito que, por adotar esta metodologia, mais pessoas estarão dispostas a examinar minhas análises - exatamente como o senhor fez.

Quanto à acusação de "apóstata", tenho a dizer-lhe o seguinte:

a) Estou certo de que se coubesse à sua pessoa ou aos dirigentes da Sociedade Torre de Vigia, em Brooklyn,  julgar a humanidade, terrível e inapelável seria a penalidade sobre qualquer pessoa que - como eu - expusesse ao público uma retrospectiva histórica e crítica do movimento religioso 'Testemunhas de Jeová' - um dos tantos que surgiram por ocasião do fenômeno Adventista norte-americano, ao final do século 19 (tais como a Igreja Adventista do 7o Dia ou a 'União da Vida e do Advento', fundada por um associado íntimo do 'pastor' Russell, chamado George Storrs). Porém, tal prerrogativa judicial NÃO compete ao senhor ou à sua comunidade supostamente teocrática, MAS unicamente a CRISTO (II Timóteo 4:1). Seu argumento é do tipo "ad hominem", pelo qual o senhor ataca - NÃO as ideias - mas a fonte delas. Enquanto o próprio Cristo - em sua glória - não executa tal julgamento ao qual o senhor se refere, recomendo-lhe seguir as instruções dele, em seu sermão do monte:

"... Parai de julgar, e de modo algum sereis julgados e parai de condenar, e de modo algum sereis condenados... Pois, com a medida que medis, medirão a vós em troca." - Lucas 6:37, 38

b) O sentido bíblico para "apóstata" corresponde a alguém que se desvia da verdadeira fé. Nos tempos cristãos tal termo era aplicado a todo aquele que negasse a mensagem básica do cristianismo, ou seja, 1) que Jesus era o filho de Deus, 2) que seu sacrifício traria redenção para a humanidade pecadora e 3) que toda pessoa que nele cresse teria vida eterna. Esta era (e ainda é) a essência das 'boas novas' e negá-la seria, de fato, incorrer em apostasia. Eu não nego nenhum destes três pontos. Nem o apóstolo Paulo (ou qualquer outro escritor bíblico) vinculou o termo 'apóstata' à pessoa que discordasse dos ensinos de uma 'organização' que seria fundada, séculos no futuro, por um homem não inspirado - Russell - e que exige obediência estrita de seus adeptos, sem qualquer questionamento (A Sentinela de 1/4/1986, pág. 31 e 15/7/1983, pág. 22), mesmo que tais ensinos estejam erro (como foi o caso da proibição das vacinas, de 1923 a 1952, dos transplantes de órgãos, de 1967 a 1980 e do serviço militar alternativo, proibido até 1996).  Nem qualquer texto bíblico jamais atrelou a fé cristã a datas, tais como 1874, 1914 (e a "geração" que já não é, lembra-se?), 1925 ou 1975. Todos - exceto os desinformados - sabem que a escatologia milenarista foi um dos pilares do ministério de Russell, logo após seu encontro com um Adventista - Nelson Barbour - em 1876. Tampouco a observância da fé - segundo o Novo Testamento - exigia credulidade cega aos ensinos de uma organização. O apóstolo João diz: "Amados, não acrediteis em toda expressão inspirada, mas provai as expressões inspiradas para ver se se originam de Deus" (I João 4:1). Tem o senhor a necessária coragem para 'provar as expressões inspiradas' ou para, assim como os antigos Bereanos, "examinar cuidadosamente as Escrituras quanto a se estas coisas [são] assim"? (Atos 17: 11). Perdoe-me, mas parece-me improvável que tenha, pois, assim como no meu caso desde a infância, o senhor foi doutrinado por anos para JAMAIS questionar qualquer ensino ou atitude do Corpo Governante (A Sentinela de 1/5/1957, p. 284,  em inglês).  De modo que compreendo sua postura e não o culpo diretamente por agir assim. Contudo, lembre-se - Revelação 14: 4 diz: "... estes são os que estão seguindo o Cordeiro aonde quer que ele vá."  Veja que o texto NÃO diz: "... seguindo A ORGANIZAÇÃO aonde quer que ela vá."  Cristo falou: "EU sou o caminho a verdade e a vida. Ninguém chega ao Pai senão por mim" (João 14:6). Ele NÃO disse: "a ORGANIZAÇÃO  é o caminho, a verdade e a vida. Ninguém chega ao Pai senão pela ORGANIZAÇÃO". Os discípulos de Cristo diziam não ter PARA QUEM ir exceto a Cristo, e não para ONDE ir (João 6: 68). Muito embora estas passagens bíblicas soem um tanto claras, é possível que anos de doutrinação tenham feito tais textos dizerem, em sua mente, o que não dizem. Releia-os...

c) Em face do acima exposto, o ponto central é: só poderei ser classificado de apóstata se o senhor conseguir provar bíblica e historicamente que a Sociedade Torre de Vigia é O ÚNICO CANAL DE COMUNICAÇÃO DE DEUS  e a  ÚNICA RELIGIÃO VERDADEIRA. Como fará isso? Por demonstrar, COM PROVAS CONCRETAS, que a Sociedade, ao longo de sua história, tem feito, por suas doutrinas e ações, jus a este seriíssimo título. Do contrário, estaríamos diante de uma impostura magistral, com consequências gravíssimas perante Deus e a humanidade. Lamentavelmente, o senhor não poderá se furtar a esse processo. A própria Sociedade ensina que sua vida depende de estar "100% certo" quanto à sua religião ser verdadeira. Pedro, por sua vez, diz: "estai sempre prontos para fazer uma defesa perante todo aquele que reclamar de vós uma razão para a esperança que há em vós" (I Pedro 3:15). Conforme pode notar, cada denúncia que faço em meu site vem devidamente acompanhada da respectiva prova documental, em sua esmagadora maioria, oriunda da literatura da própria organização, com data de lançamento e página. O senhor é livre para consultar as referências e demonstrar que as provas estão deturpadas ou falsificadas. Caso consiga fazê-lo, terei prazer em me retratar e retirar as provas do ar. Todavia, não creio que o senhor possa fazer isso, pois, ao investigar a literatura, para seu pavor, descobrirá que elas dizem exatamente o que está transcrito. O senhor é livre para examinar as evidências e refutá-las, coisa a que as Testemunhas de Jeová, em geral, são impedidas de fazer.

Por favor, tente provar:

c.1) Que a piramidologia não fez parte dos ensinos da Sociedade, desde 1884 até 1928, quase 10 anos depois de Jesus ter supostamente escolhido a ela e somente a ela como seu 'Escravo'.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#piramide

 

c.2) Que a Sociedade não previu o Armagedom para 1914, 1925, 1941 e 1975, tendo, inclusive construído uma mansão palaciana na Califórnia (Beth Sarim) para os patriarcas bíblicos - onde o presidente Rutherford levava vida de milionário - e um abrigo antiaéreo em uma propriedade próxima (Beth Sham).  

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#datas

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#beth-sarim

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#beth-shan

 

c.3) Que a Sociedade não liberou, proibiu e depois liberou o serviço militar alternativo, ao custo da vida ou liberdade de milhares de jovens, incluindo-se a cassação política aos que tomam essa medida no Brasil.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#servicomilitar

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#fotocopias

 

 

c.4) Que a Sociedade não elogiou, depois proibiu, depois liberou parcialmente o uso de derivados sanguíneos, ao preço de incontáveis vidas.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#sangue

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#transfusaodesangue

 

 

c.5) Que a Sociedade não proibiu e depois liberou a vacinação, ao preço de incontáveis vidas.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#vacinas

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#fotocopias

 

 

c.6) Que a Sociedade não liberou, proibiu e depois liberou os transplantes de órgãos, ao preço de incontáveis vidas.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#transplantes

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#culpadesangue

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#fotocopias

 

 

c.7) Que a Sociedade não endossou, por décadas, o charlatanismo médico e aberrações científicas em sua revista "A Idade de Ouro", incluindo-se verdadeiras "geringonças" como a 'máquina radiônica de Abrams', o 'Matador de Doenças a Rádio', a 'Radiobiola' (com a qual o presidente Rutherford se tratou de sua pneumonia) e outras 'preciosidades'.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#charlatanismo

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#medicina

 

 

c.8) Que a Sociedade não proibiu o voto nas eleições políticas, violando um direito básico de qualquer democracia.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#votacao

 

 

 

c.9) Que a Sociedade não praticou o louvor escancarado a Russell, em posição de igualdade ao apóstolo Paulo e até Jesus Cristo, aplicando a ele o Salmo 21 - o qual aplica-se exclusivamente a Jesus.

Examine as provas em:

http://indicetj.com/o/quem_era_russel.htm

 

 

 

c.10) Que a Sociedade não endossou conceitos astrológicos, como a teoria de que Deus habitava uma estrela na constelação de 'Plêiades', até 1953. Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#estrelas

 

 

c.11) Que a Sociedade não elaborou um documento de bajulação a Hitler, por meio da Erklarung (Declaração de Fatos) em 1933 (publicada no Anuário de 1934), juntamente com uma carta pessoal a ele, contendo ataques criminosos ao povo judeu, aos Estados Unidos e à Inglaterra, bem como generosos elogios aos 'princípios' do governo nazista. Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#nazismo

 

 

 

 

c.12) Que a Sociedade não endossou o suborno de funcionários públicos para a obtenção de carteira de reservista no México, onde se registrara como entidade NÃO religiosa, com o intuito de fugir ao controle de seus bens por parte do governo daquele país, até maio de 1993. Examine as provas em:

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#mexico

http://indicetj.com/pauloarroio/comercial.htm

 

 

 

c.13) Que a Sociedade não apoiou na Justiça o pastor Jimmy Swaggart, com o intuito de fugir ao pagamento de impostos pela literatura, mudando o arranjo de contribuições depois de perder a questão nos tribunais e ainda afirmando que o motivo era o 'de graça recebeste, de graça dai'. Examine as provas em:

http://indicetj.com/dvrs/jimmy.htm

 

 

c.14) Que a Sociedade não mentiu ao governo búlgaro ao pactuar com ele um acordo (em 1988), no qual declara que não há 'qualquer censura ou sanção contra uma Testemunha de Jeová que decide aceitar uma transfusão de sangue'. Examine as provas em:

http://indicetj.com/dvrs/jeova_sangue_bulgaria.htm

 

 

 

c.15) Que a Sociedade não endossou, ao longo de sua história, conceitos racistas, anti-semitismo e absurdos científicos, em sua literatura, fornecida como 'alimento espiritual no tempo apropriado'. Examine as provas em:

http://indicetj.com/o/tudo_tj.htm#14a

http://indicetj.com/o/tudo_tj.htm#15a

http://corior.blogspot.com/2006/02/as-testemunhas-de-jeov-e-o.html

http://indicetj.com/indice-a-z.htm#medicina

 

 

Haveria ainda diversos outros pontos que poderia citar, mas, por agora, concentremo-nos apenas nestes. Aí estão as denúncias e a indicação das provas, com datas e nomes. Cabe ao senhor, como defensor de sua religião, demonstrar com contra-provas, cada um dos pontos acima. Caso consiga fazê-lo, terá uma oportunidade 'de ouro' de, quem sabe, 'recuperar um apóstata', pois a Bíblia diz que "há mais alegria nos céus por um pecador que se arrepende do que por muitos justos que não precisam de arrependimento". (Lucas 15: 7) Se o senhor tem apreço por minha vida e pela vida daqueles que visitam minha HP, será sua obrigação cristã PROVAR cada um dos pontos acima. Dou-lhe minha palavra que retirarei cada denúncia ou prova que o senhor demonstrar ser falsa. Estou aberto ao diálogo, aparentemente ao contrário do espírito demonstrado em sua mensagem enviada a mim.

Diante do que lhe apresento, o senhor só tem duas opções: 1) examinar sinceramente as evidências que lhe apresento, certo de que 'a verdade não teme a mentira'  ou 2) silenciar e fugir do exame por temer descobrir que as denúncias que faço têm procedência e que poderiam, desse modo, abalar sua fé em uma organização humana, criando ensejo para seríssimas punições por 'apostasia' e comprometendo seu conforto emocional ou sua vida social e familiar. Normalmente, as Testemunhas de Jeová preferem a segunda opção. É compreensível que procedam dessa forma, vítimas que são de um insidioso processo de doutrinação, segundo os preceitos fundamentais da corrente 'behaviorista'. Por esta razão, não combato as Testemunhas como pessoas - elas são vítimas inocentes e, em sua maioria, sinceras. Combato, isto sim, os métodos daqueles que fizeram delas o que são, pois eles ferem os direitos básicos da pessoa humana.

Quanto à sua aplicação de II Coríntios 11:14, lamento informá-lo de que o senhor faz uma citação equivocada. Queira por favor ler o contexto (versículo 4) e verá que Paulo identifica os "ministros do diabo" como  aqueles que pregam "um Cristo diferente ou boas novas diferentes". Paulo não menciona os ensinos de uma "organização". Por acaso eu prego um "Cristo diferente" ou "boas novas diferentes" daquelas do primeiro século? Examine novamente minha página e verá que meu trabalho não é sectário nem sou portador de 'novas luzes' ou 'verdades teológicas'. Eu exponho fatos  que as pessoas tinham o direito de conhecer ANTES DE SE BATIZAREM. Como a Torre de Vigia não os revela, entendo ser  meu dever fazê-lo. Não exalto nenhuma religião ou credo como superior aos demais. Não tenho a intenção de 'converter' novos fiéis, como é o caso das Testemunhas de Jeová de casa em casa. Minha missão é meramente humanitária. Combato uma organização por entender que a influência dela na vida das pessoas é . O que cada um faz de sua vida ou que linha de conduta decide adotar após tomar conhecimento do que tenho a expor é uma questão de foro íntimo, a qual compete exclusivamente a si. Diferentemente de Russell, Rutherford e outras figuras, não me julgo no direito de arrebanhar discípulos para minhas próprias interpretações da Bíblia ou dizer às pessoas para onde irem.

Quanto à sua imprecação, "o senhor sabe o que o aguarda", trata-se de um argumento vazio, tipo "ad  baculum", ou seja, baseado na intimidação. Provavelmente, expressa muito mais um desejo de sua parte do que uma previsão, afinal é a própria Torre que o instrui a 'odiar' aqueles a quem ela classifica de 'apóstatas', não é assim? (A Sentinela de 1/10/1993, página 19, parágrafo 15) Diga-me, quem o nomeou 'juiz' das pessoas? Acaso cabe ao senhor determinar quem viverá e quem morrerá? Lembre-se, Cristo não amaldiçoava em revide àqueles que o amaldiçoavam. Ele é o meu juiz e o seu também. Não creio que ele tenha autorizado o senhor a emitir veredictos antecipadamente. Eram os fariseus que se arvoravam em juízes dos homens. Não siga o exemplo deles!

Minha HP está no ar pelo fato de que estamos em uma democracia pluralista, onde existe uma coisa chamada LIBERDADE DE EXPRESSÃO, em outras palavras, o direito de DENUNCIAR. Lamenta que seja assim? Preferiria o tipo de censura praticado pela Torre de Vigia, a qual pune qualquer de seus membros que examinar literatura crítica às suas crenças com a desassociação? A humanidade levou milênios para evoluir desde a barbárie até a democracia. Quero crer que o senhor não defenda o cerceamento à liberdade de palavra, opinião e expressão, num autêntico retrocesso histórico. 'Teocracia' não significa DITADURA!

O senhor visitou minha HP por livre e espontânea vontade; não foi coagido nem convidado diretamente por mim. Exerceu seu direito de cidadão de um país democrático. Ao agir assim, demonstrou uma independência de opinião e conduta que eu, pessoalmente, admiro. Todavia, o senhor sabe tanto quanto eu o que o aguardaria caso sua presença em meu site fosse descoberta - seria submetido a uma reunião de aconselhamento ou até uma comissão judicativa. Acha justo que seja assim? Acha apropriado que as pessoas tenham acesso APENAS à versão dos fatos 'pasteurizada' pela Torre de Vigia, sendo-lhes vetado o acesso a qualquer visão crítica de sua história? Em caso afirmativo, esta é sua opção e eu respeito. Não é, porém, a minha, e isso o senhor também tem que respeitar!

O senhor bate às portas das pessoas nos fins-de-semana - sem ser convidado - incentivando-as a terem 'mente aberta' e a examinarem as crenças e a história da religião delas, trocando-as em favor de suas próprias crenças, diametralmente opostas. O senhor entrega a elas literatura que ataca e denuncia a religião delas e não acha que faz qualquer coisa imprópria. Também não acha que essas pessoas, por darem ouvidos aos seus argumentos, são 'apóstatas' das religiões delas. Por que não aplica a si mesmo este princípio que prega de casa em casa, dispondo-se a examinar sua própria fé? É coerente ensinar às pessoas algo que não se pratica, sob pena de desassociação? É essa forma de conduta que entende representar o verdadeiro cristianismo? Em caso afirmativo, quão pobre e mesquinha é tal visão do cristianismo!

Caso julgue conveniente, aguardo sua contestação aos meus argumentos, DEVIDAMENTE ACOMPANHADA DE PROVAS DOCUMENTAIS, assim como eu procuro fazer. Caso, não as envie, considerarei que não foi capaz de encontrá-las.

Lembre-se, Russell não fugia de debates (Livro Proclamadores, páginas 128-130) nem dirigia insultos aos que discordavam dele. Todavia, as mensagens enviadas por Testemunhas de Jeová descontentes com minhas matérias são semelhantes à sua - contém ameaças, insultos e NENHUMA PROVA ou contestação séria. Poderá constatar isso em minha seção "dos leitores". De modo semelhante à sua mensagem, nenhum valor teriam em um tribunal. Isso só reforça minha convicção de que a fé das Testemunhas tem bases emocionais e não intelectuais. Poderá me demonstrar o contrário?

Parodiando o título de sua mensagem original, eu proponho a seguinte questão: a Torre de Vigia se diz a única representante de Deus na terra, mesmo diante de seu passado comprometedor. Pergunto: é essa a sua imagem real ou VIRTUAL???  Os fatos falam por si...

Seja bem-vindo ao meu site.

Atenciosamente,

Odracir

 

Comentário: mensagens como a acima são típicas das Testemunhas de Jeová diante de matérias críticas às convicções delas - contêm acusações genéricas, imprecações e argumentos intimidatórios. Raramente apresentam alguma contestação objetiva ou lógica.  Ao invés de denotar dolo por parte das Testemunhas, tal conduta representa, na verdade, o produto final de um insidioso processo de condicionamento psicológico à base de técnicas behavioristas de controle de pensamento. As seitas, bem como facções políticas, têm lançado mão dessa metodologia, implementando, por assim dizer, uma verdadeira 'clonagem' ideológica, pela qual cada indivíduo representa um microcosmo da entidade maior que lhe deu origem. Tem sido uma experiência enriquecedora - embora triste - acompanhar este autêntico processo 'em linha de montagem'. Trata-se de ferramenta poderosa, muito empregada por governos totalitários e por religiões em busca de novos adeptos. Diversos autores, entre eles George Orwell  e Steve Hassan, publicaram trabalhos sobre este assunto. Recomendo ao leitor a pesquisa destes temas, com o fim de proteger a si próprio e sua família, pois a ignorância constitui terreno fértil para o fanatismo.


 

 

 facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!

 

 

AQUI! ÍNDICE de ARTIGOS de A a Z