O INDICETJ.COM traz até você - em modo para impressão - destaques da seção "Emails" do indispensável site Testemunha (Odracir)

 

 

 facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!

 

011 - A quem se aplicam estes textos?

M. R., Brasil, 18/9/2001

Ao visitar seu site, minha fé fortaleceu-se ainda mais por saber que pessoas como vc estão empenhadas em cumprir as profecias Bíblicas (mesmo sem saber):

[1] 1 Timóteo 4:1

[2] 2 Tess. 2:3

[3] Atos 20:30

[4] 2 Pedro 2:1, 3

[5] 2 Timóteo 2:16, 18

[6] Números 16:1-3, 11, 19-21

 

Não era pra eu nem ter entrado no seu site, mas entrei e não pude ficar calado.

Prezado leitor.

Ao receber sua mensagem, fortaleceu-se minha convicção de que a fé das Testemunhas de Jeová tem bases emocionais e não racionais, pois você não foi capaz de mencionar um único ponto que demonstrasse que as denúncias que faço são inverídicas. Não apresentou nenhuma contraprova que refutasse cabalmente aquelas que eu apresento em minha HP. Não provou que os documentos que apresento estão deturpados ou adulterados. Apenas lançou, como de costume, uma série de ataques tipo ad-hominem, bem como argumentos intimidatórios, desviando a atenção dos pontos em questão e fazendo acusações vazias.

Da mesma forma – pelo seu exemplo - ficou mais claro ainda que as Testemunhas são ensinadas pela organização delas a usar a Bíblia extraindo versículos fora de seu contexto. Vamos examinar o contexto de cada passagem que você me enviou e, talvez, você descubra que é a sua própria organização que está a cumprir estes textos bíblicos. Espero que você tenha coragem para examinar toda a evidência que lhe forneço, assim como teve coragem de visitar meu site, desobedecendo as instruções em A Sentinela de 1/5/2000.

Vejamos:

[1]

1 Timóteo 4:1

“No entanto, a pronunciação inspirada diz definitivamente que nos períodos posteriores de tempo alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios, ...”

Queira reler o versículo e notar que o apóstolo fala daqueles que se desviarão “da fé” e não da Torre de Vigia. Embora eu esteja cônscio de que, em sua mente, uma coisa equivale à outra, sugiro-lhe ler o restante do texto e talvez tenha algumas surpresas:

“... pela hipocrisia de homens que falam mentiras, marcados em sua consciência como que por um ferro de marcar, proibindo o casar-se, mandando abster-se de alimentos que Deus criou para serem tomados com agradecimento pelos que têm fé...”

Queira notar o trecho destacado em negrito sublinhado. Percebe a quem o texto se dirigia? O contexto mostra claramente a quem o apóstolo se referia, a saber, a pessoas que insistiam com as tradições judaicas, acrescentando à fé cristã coisas desnecessárias e alheias à mensagem básica do cristianismo. Perceba ainda que o versículo menciona a proibição ao casamento como um dos pontos defendidos por aqueles considerados apóstatas. Sabe de alguma organização que, em alguma época, tenha desaconselhado o casamento desnecessariamente? Talvez não seja do seu conhecimento o que o livro Filhos - lançado em 1941 pelo segundo presidente da Torre de Vigia, J. F. Rutherford – tinha a dizer sobre o casar-se:

“... como instrumento provido pelo Senhor para um trabalho mais efetivo nos meses que restam antes do Armagedom... Deveriam homens e mulheres... casar-se agora antes do Armagedom e ter filhos?... a advertência ou conselho das escrituras parece ser contra isso... Nós bem podemos adiar nosso casamento até que a paz duradoura chegue à terra.” (Filhos, páginas 288, 312 e 366)

Note que o conselho dado acima é totalmente diferente daquele dado por Paulo em 1 Coríntios 7: 32-35. O apóstolo apontava para as ansiedades relacionadas a ter família, a qual poderia dividir o cristão. Paulo não aconselhou o celibato em função de uma data. Todavia, o trecho extraído acima mostra claramente a Torre de Vigia, na pessoa de seu presidente, recomendando adiar o casamento em razão dos “meses que restam antes do Armagedom”, ou seja, em função de uma data específica – isso há mais de 70 anos!!! Pergunto-lhe: estarão os casais daquela época solteiros até hoje, à espera do Armagedom? Diria que foi um conselho apropriado e oportuno? Proveio de Deus? Não terá se tornado a organização a que você pertence bem semelhante àqueles a quem se refere o capítulo quatro da primeira carta a Timóteo – o texto que você enviou a mim?

Curiosamente, a segunda carta a Timóteo, cap. 2, vers. 18 (citada por você), menciona dois apóstatas – Himeneu e Fileto – assim considerados por estarem ensinando que “a ressurreição já ocorreu”. Pergunto-lhe: sabe de alguma organização que tenha, em alguma época, ensinado que a ressurreição ocorreu sem que isso tivesse acontecido? Bem, eu sei de uma:

“... na primavera de 1878 todos os santos apóstolos... que adormeceram em Jesus foram arrebatados como seres espirituais... nós, assim, concluímos que a ressurreição deles é agora um fato consumado...” (Livro Venha o Teu Reino, 1923, edição 234, página 305)

Reconhece a organização que publicou as palavras enganosas acima? Ela mesma – a Torre de Vigia! Agora, pergunto-lhe: a ressurreição aconteceu mesmo em 1878 ou a organização agiu de modo semelhante a Himeneu e Fileto? Os fatos falam por si...

Vamos ao segundo texto que você enviou:

[2]

2 Tessalonicensses 2:3

“Que ninguém vos seduza, porque não virá a menos que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem que é contra a lei, o filho da destruição.”

Aqui, mais uma vez, você esqueceu-se de ler o contexto. Queira, por favor, retornar ao versículo anterior:

“... não sejais depressa removidos de vossa razão, nem fiqueis provocados, quer por uma expressão inspirada, quer por intermédio de uma mensagem verbal, quer por carta, como se fosse da nossa parte, no sentido de que o dia de Jeová está aqui.”

Agora, sim, sabemos a que o versículo 3 se refere com a expressão “não virá” – refere-se ao anúncio que alguns faziam naquele tempo sobre a chegada do dia do juízo, desencaminhando a muitos. Além disso, os versículo 4 e 9 do mesmo capítulo (os quais você provavelmente não leu) identificam claramente a quem o apóstolo Paulo se referia, ou seja, àqueles que se colocassem no ‘Templo de Deus’, apresentando-se como ‘deus’, com ‘obra poderosa, sinais e portentos mentirosos’. O apóstolo nada disse que se refira a mim, já que não estou anunciando o “dia de Deus”, não estou me apresentando como “deus”, nem estou a fazer “sinais e portentos”. Na verdade, não estou pregando qualquer credo religioso, mas apenas denuncio a hipocrisia religiosa, assim como afirmam fazer as revistas A Sentinela e Despertai!, quando atacam impiedosamente as igrejas católica e protestante. Todavia, pergunto-lhe: sabe de alguma organização que – de acordo com o texto - tenha ‘anunciado o dia de Jeová’ falsamente? Queira ler as declarações abaixo:

  • “... a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso... tão grande é a nossa confiança na Palavra de Deus e na luz da presente verdade brilhando sobre ela, que não poderíamos duvidar de seu testemunho em face de quaisquer que fossem as aparências... começando na data de outubro de 1874.” (Revista Torre de Vigia de Sião, 15/1/1892, reimpressão, página 1355)

  • “Nós vimos que Deus apontou um tempo para cada aspecto de seu plano, e que nós estamos desde já nesse ‘Dia de Vingança’, o qual... começou em outubro de 1874.” (Livro A Batalha do Armagedom, 1913, edição 621)

  • “Não se surpreenda, então, quando, nos próximos capítulos nós apresentarmos provas de que o estabelecimento do Reino de Deus já começou, que a profecia aponta para ele como iniciando o exercício de poder em 1878 AD, e que a ‘a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso (Ver. 16:14), a qual terminará... com a completa derrubada dos governos na terra, já começou.” (Livro O Tempo está Próximo!, 1915, edição 101)

Reconhece a autoria das afirmações acima? Novamente, ela – a Torre de Vigia! Diga-me: é verdade mesmo que o ‘dia de Jeová’ já começou desde 1874 ou a organização Torre de Vigia cumpriu nela mesma as palavras do apóstolo Paulo em 2 Tes. 2:1-5? Ademais, quem tem se colocado como único canal de comunicação entre Deus e os homens, assentando-se assim no ‘Templo de Deus’? Os fatos falam por si...

Vamos ao texto seguinte:

 

[3]

Atos 2:30

“... e dentre vós mesmos surgirão homens e falarão coisas deturpadas pra atrair a si os discípulos.”

Aqui, há duas dificuldades. Vamos à primeira: o contexto mostra Paulo se referindo ao seu ministério sobre o nome de Jesus (versículo 21). Em que consistia esse ministério? Na pregação de que

a) Cristo era o Filho de Deus,

b) Ele foi enviado pelos nossos pecados,

c) Sua vida serviu de resgate pela humanidade e

d) Todo aquele que exercesse fé nele, seria salvo.

Portanto, qualquer um que negasse esses pontos ou os distorcesse estaria falando “coisas deturpadas”. Poderia me dizer em que parte de meu site eu nego ou distorço qualquer um desses pontos? Vemos, pois, que a sua aplicação das palavras de Paulo estão, estas sim, deturpadas, pois ele nada falou sobre uma organização surgida nos Estados Unidos em meio à efervescência do movimento adventista e hoje conhecida como Sociedade Torre de Vigia. Nesse respeito, convido-o a pesquisar um pouco sobre a história do movimento ‘Estudantes da Bíblia’, um dos tantos que surgiram no final do século 19, nos Estados Unidos da América. O Adventismo do 7o. Dia também é originário daquela época e lugar. Os associados de C.T. Russel eram adventistas (George Storrs e Nelson Barbour). Diversas crenças deles – como a piramidologia - nada tinham a ver com a mensagem do apóstolo Paulo. Ele falava da primitiva congregação cristã, à qual dava testemunho. Pode você provar que ele – o apóstolo - se referia apenas à sua religião, excluindo todas as demais?

A segunda dificuldade é: para aplicar a mim o texto de Atos 20: 30, você tem de provar com evidências de que aquilo que estou falando consiste em coisas deturpadas. Poderia me apontar exatamente onde eu deturpo os fatos? Pode demonstrar que as provas em minha HP são falsas ou distorcidas? Dou-lhe minha palavra que removerei do ar toda evidência que você me demonstrar ser falsa. Porém, caso, não o consiga fazer, ficará claro que você é que está a deturpar as coisas.

Próximo texto:

[4]

2 Pedro 2:1-3

"No entanto, houve também falsos profetas entre o povo, assim como haverá falsos instrutores entre vós. Estes mesmos introduzirão quietamente seitas destrutivas e repudiarão até mesmo o dono que os comprou, trazendo sobre si mesmos uma destruição veloz... Explorar-vos-ão também em cobiça com palavras simuladas. Mas, quanto a eles, o julgamento, desde a antiguidade, na está avançando vagarosamente e a destruição deles não está cochilando.”

É interessante que o texto que você enviou fale especificamente de falsos profetas e falsos instrutores. Vejamos – sabe de alguma organização que tenha profetizado falsamente acerca de épocas e acontecimentos? Examine as declarações abaixo:

Reconhece a fonte das previsões proféticas acima? Agora, por favor, me responda – algumas dessas previsões cumpriu-se ou a Torre de Vigia enquadrou-se perfeitamente na descrição do apóstolo Paulo – um genuíno falso profeta?

Observe também as instruções abaixo:

Agora, pergunto-lhe – os ensinos acima tornam ou não a Torre de Vigia uma organização de falsos instrutores? Caso discorde, então deve ser capaz de ver a enorme ‘sabedoria’ por trás desses conselhos...

Para completar, perceba que o texto fala na introdução de seitas. Poderia me mostrar em que parte de meu site convido as pessoas a ingressarem em alguma seita? Por outro lado, Charles Taze Russell – o fundador das Testemunhas de Jeová - foi criado como presbiteriano, depois mudou para o congregacionalismo, depois associou-se com os adventistas e, por fim, fundou seu próprio movimento, agindo individualmente, sem recorrer a qualquer ‘escravo fiel’ em seu tempo. Na verdade, ele cria que ele próprio era esse escravo (Livro Proclamadores, página 143). Não se enquadraria isso na própria definição de ‘apostasia’ dada pela Torre de Vigia? Não criou ele uma seita, na plena acepção da palavra?

Note, ainda que o texto fala de palavras simuladas. Quer um exemplo? Veja a contracapa da Despertai! de 22/7/2001, onde palavras claramente simuladas fazem propaganda da ONU, a quem a Torre de Vigia ensinou por anos ser a ‘imagem da fera’ de Apocalipse (livro Revelação... , páginas 194 e 195). E o pior, no próprio site da ONU vê-se claramente a Torre de Vigia (Watchtower) listada entre as organizações não governamentais filiadas ao Departamento de Informação Pública das Nações Unidas, a mesma instituição que o corpo governante ensinou, por anos, ser o instrumento de Satanás. Se duvida, queira, por favor, visitar o tópico "ONU", no seguinte endereço: http://indicetj.com/indice-a-z.htm

O texto de 2 Timóteo 2:18 já foi comentado e, como vimos, se encaixa como ‘luva’ na Torre de Vigia.

Vamos, pois, ao relato do livro de Números. Lá, vemos a história de Corá, Datã e Abirão, os quais se rebelaram contra Moisés - repito - contra Moisés. A designação de Moisés acha-se claramente apontada na Escritura, em Êxodo 3:10. De modo que rebelar-se contra ele, em vista da autoridade que lhe fora concedida, era, de fato, o mesmo que rebelar-se contra Deus. No entanto, pergunto-lhe: em que parte da Bíblia está citada especificamente a designação da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, com sede nos Estados Unidos, bem como as claras designações de Russell, Rutherford e Fred Franz? Se você não conseguir mostrá-las, então ficará claro que estamos diante de um falsa analogia, na qual procura igualar a autoridade de Moisés à autoridade dos líderes de sua própria religião. Já parou para pensar que qualquer pessoa nesse mundo pode fazer o mesmo com relação à religião dela?

Assim sendo, prezado leitor, fica claramente demonstrada a fragilidade de seus argumentos e, como mencionei no início, o caráter emocional de suas crenças. Infelizmente, conforme poderá constar em minha ‘Seção dos Leitores’, sua mensagem está bem dentro do padrão pueril das Testemunhas que se sentem melindradas diante do peso das denúncias que faço, com provas documentais. São mensagens lacônicas, patéticas, altamente emotivas e sem qualquer contestação séria. Por mais que eu peça, elas jamais são capazes de me apontar uma única contraprova e creio que este será também o seu caso. Compreendo essa reação já que, tendo eu próprio sido uma delas por cerca de 14 anos, sei muito bem do processo de intimidação psicológica que se impõe a qualquer um que ouse questionar os ensinos emanados de Brooklyn. A pessoa poderá ser banida do seio dos amigos ou da família – um autêntico apedrejamento social. As Testemunhas são apenas vítimas de um insidioso processo de ‘controle mental’, semelhante àquele empregado por organizações radicais, tais como o Hesbollah ou o grupo de Osama Bin Laden. Os métodos de doutrinação são bem similares. Sugiro-lhe ler a obra “Combatendo o Controle Mental dos Cultos”, de Steve Hassan (em inglês). Neste livro, ele tece uma análise científica do processo de ‘lavagem cerebral’ dos cultos sobre seus adeptos. De fato, o fundamentalismo religioso é a grande praga do século 21. Só serviu para dividir a humanidade – a mensagem que você enviou a mim é mais uma evidência disso.

Concluo esta réplica afirmando que sua mensagem só reforçou minha convicção de que as Testemunhas de Jeová são vítimas de uma farsa e que precisam de quem lhes abra os olhos. Elas simplesmente reproduzem os ensinos da organização central, completamente desprovidas de senso crítico. Até as passagens bíblicas que você me enviou, todas fora de contexto, são as mesmas continuamente deturpadas pela Torre de Vigia em sua literatura, com propósito de autopromoção e para obter a submissão de suas vítimas.

Recomendo-lhe pesquisar um pouco mais sobre o movimento ao qual entregou-se. Talvez descubra coisas nele – a exemplo de algumas expostas em minha HP – que lhe foram ocultadas antes de seu batismo e que teriam feito diferença na sua decisão. Para mim, isso tem nome – desonestidade intelectual. A mesma desonestidade encontrada em outros sistemas, religiosos ou políticos. Pode provar o contrário?

Sinta-se à vontade para tentar...

Atenciosamente,

Odracir

 

OS: parabenizo-lhe pela coragem de ter tido pensamento independente (algo condenado em A Sentinela de 15/7/1983, página 22), visitando minha HP e me escrevendo. Espero que também me desculpe por não ter podido ficar calado.

 

 

 facebok

GRUPO INDICETJ EX-TJ

Participe também!

 

 

 

Confira os Mais de 800 Artigos CRÍTICOS Sobre as Testemunhas de Jeová!

 

aa