Antissemitismo - INDICETJ.COM Escandalo sobre Testemunhas de Jeova

Ex-Testemunha de Jeová
publica mais de 1.000 artigos críticos!
Ir para o conteúdo
1
2
3
4
5
6


ANTISSEMITISMO
Odracir


É o preconceito ou hostilidade contra judeus baseada em ódio contra seu histórico étnico, cultural e/ou religioso. Na sua forma mais extrema, "atribui aos judeus uma posição excepcional entre todas as outras civilizações, difamando-os como um grupo inferior e negando que eles sejam parte da(s) nação(ões) em que residem". A pessoa que defende este ponto de vista é chamada de "antissemita".


→ "Seja sabido, de uma vez por todas, que aqueles homens gananciosos, sem consciência e egoístas que se chamam Judeus, e que controlam a maior parte das finanças do mundo e os negócios do mundo, nunca serão dirigentes desta nova terra. Deus não correria o risco com tais homens egoístas em uma posição tão importante." - A Idade de Ouro de 23/2/1927, pág. 343 (em inglês)

→ “Os Judeus receberam mais atenção do que realmente mereciam.” - Vindicação (1932), pág. 258 (em inglês)

→ “...O Clero Protestante... com os rabis da organização religiosa judaica, seguem as direções da organização Católica Romana... todos eles praticam a religião, da qual o diabo é o autor.” - Inimigos (1937), pág. 212 (em inglês)

→ “Atualmente, os assim chamados ‘Protestantes’ e o clero Yiddish [judeu] cooperam abertamente e são controlados pelas mãos da Hierarquia Católica Romana, como simplórios palermas...” - Inimigos (1937), pág. 222 (em inglês)

→ “Entre os instrumentos que ela (a Prostituta de Babilônia) usa, estão os homens ultra-gananciosos chamados ‘Judeus’ que só procuram o lucro pessoal. - Inimigos (1937), pág. 281 (em inglês)


Nota: De modo semelhante às questões sobre racismo, não seria correto atribuir às Testemunhas de Jeová, hoje, uma filosofia antissemita. Por outro lado, também não podem passar despercebidas certas oscilações de pensamento da entidade com relação ao povo judeu, em função da época. Por exemplo, nas publicações Conforto para os Judeus (1925) e Vida (1929), a organização defende, a exemplo de seu fundador, ideias claramente sionistas. Subitamente, a partir da década de 30 - época em que o antissemitismo ganhou novo impulso mundial - é nítida a mudança no teor das publicações da Sociedade Torre de Vigia. Queira o leitor atentar para as datas em que as declarações acima foram feitas - coincidentes com a ascensão do nazi-fascismo na Europa.
LIBERTOS!
Participe! Envie seu artigo para indicetj@yahoo.com
O INDICETJ.COM não comercializa publicações, filmes ou qualquer outro tipo de arquivo.

Voltar para o conteúdo