Armagedom no Ano 2000, dizem as Testemunhas de Jeova - INDICETJ.COM Escandalo sobre Testemunhas de Jeova

Ex-Testemunha de Jeová
publica mais de 1.000 artigos críticos!
Ir para o conteúdo
1
2
3
4
5
6


ARMAGEDOM NO ANO 2000,
DIZEM AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

B. Stett



As Testemunhas de Jeová (TJ) ensinam que o autor da Bíblia é "Jeová" e que a Bíblia prediz que o Armagedom acontecerá no ano 2000 (ou antes), e isto, dizem elas, é a interpretação do próprio Jeová.

"No Nosso Século Vinte"
"Dentro em breve, no nosso século vinte, começará a "batalha no dia de Jeová" contra o antítipo moderno de Jerusalém, a cristandade." ("As Nações Terão de Saber que Eu Sou Jeová" -- Como?, 1973, p. 200, parágrafo 9. Ênfase acrescentada, tal como nas citações seguintes.)

Para uma TJ, a "batalha no dia de Jeová" é o mesmo que o Armagedom. É a destruição, pelas forças da natureza, pela humanidade dividida e pelos anjos de Deus, de todas as pessoas que não são TJ e suas propriedades. Isto significa a morte de mais de 99% da humanidade no ano 2000 A.D.


Quando Começou Esta Profecia

A profecia segundo a qual o Armagedom aconteceria no ano 2000 A.D. começou em 1945, na revista The Watchtower [A Sentinela] (15 de Fevereiro, pp.51-60) no artigo "The Kingdom Sabbath and Its Lord" ["O Sábado do Reino e o Seu Senhor"].

A mesma matéria foi incluída, praticamente sem alterações, nas duas edições do livro Let God Be True [1946, 1952, Seja Deus Verdadeiro], no capítulo "The Sabbath: In Shadow and Reality" ["O Sábado: Na Sombra e na Realidade"].

Analisemos a edição de 1946. O capítulo 7 de Let God Be True [1946; Seja Deus Verdadeiro] diz que cada um dos sete dias da criação durou 7.000 anos. Diz ainda:

"Como o homem foi criado perto do fim do sexto dia, ele foi posto na terra perto do fim dos 42.000 anos de preparação da terra." (p. 155)

O "sétimo dia" de descanso de Deus continua durante 7.000 anos. (p. 165)

Além disso, o reino de Cristo de 1.000 anos (o Milénio) corresponde aos últimos 1.000 anos do período de 7.000 anos do descanso de Deus (pp. 167-169). Então, quando é que os 7.000 anos de descanso de Deus começaram?

Na página 165 diz-se que os 7.000 anos de descanso "começaram a aplicar-se mais de 4.000 anos antes de Cristo."

Ignorando a questão menor de não haver ano zero, conclui-se que 6.000 anos estarão completos no ano 6.000 -- 4.000 = 2.000 A.D. ou antes.

A página 166 diz que o reino de Cristo, de 1.000 anos, começará "imediatamente" depois do Armagedom. Portanto, o Armagedom também terá de estar terminado no ano 2.000 A.D. ou antes.


Ligação Com 1975

Quando o livro Seja Deus Verdadeiro foi publicado, as TJ acreditavam que Adão fora criado em 4028 AC. Esta data não é apresentada no livro Seja Deus Verdadeiro, mas aparece de facto no livro The Truth Shall Make You Free [1943, p. 152, A Verdade Vos Tornará Livres]. Na década de 1950, o ano da criação de Adão foi corrigido para 4.026 AC.

Adicionando 6.000 anos a 4.026 AC e tendo em consideração que não existe ano zero, obtemos exactamente 1975.

Contudo, segundo as TJ, os 7.000 anos de descanso de Deus começaram depois de Eva ter sido criada. Mas 4.026 AC é o ano em que Adão foi criado. Se, por exemplo, Eva tiver sido criada 2 anos depois de Adão [i.e., em 4024] , então 6.000 anos depois seria o ano 1977. O Armagedom teria de estar terminado antes do fim de 6.000 anos de descanso de Deus [pois o sétimo período de 1.000 seria o milénio, posterior ao Armagedom] -- mas não nos é dito quanto tempo antes do fim desses 6.000 anos.

Devido a estas incógnitas -- quanto tempo decorreu entre a criação de Adão e a criação de Eva e quanto tempo antes do fim dos 6.000 desde a criação de Eva acontecerá o Armagedom -- as TJ inicialmente não predisseram com certeza o fim do mundo (Armagedom) para o ano 1975. Uma expressão e estimativa utilizada nos congressos era "em meados da década de 1970".

Mas depois a revista The Watchtower [A Sentinela] (1.º de Maio de 1968, p. 271, em inglês) e a Awake! [Despertai!, 8 de Outubro de 1968, p. 14, em inglês] anunciaram que Adão e Eva foram criados no mesmo ano, ou seja, em 4.026 AC! Isto foi confirmado no livro Aid To Bible Understanding [1971, p. 538, em inglês. Ajuda Ao Entendimento da Bíblia. N. do T.: Na edição portuguesa, no verbete "Eva", não consegui encontrar esta confirmação. É provável que tenha sido eliminada pois a versão portuguesa é de 1982, portanto posterior a 1975.] Isto eliminou uma das duas incógnitas. Esta nova informação implicava que o Armagedom tinha de estar terminado e o paraíso tinha de estar introduzido em 1975 [o mais tardar], ou antes.

A The Watchtower [A Sentinela] de 1.º de Maio de 1968, p. 271 [em inglês] disse:

"Assim, Adão dar nomes aos animais e aperceber-se ele de que necessitava de uma companheira, ocuparia apenas um breve período de tempo depois da sua criação. Como também era propósito de Jeová para o homem que se multiplicassem e enchessem a terra, é lógico que ele criaria Eva pouco tempo depois de Adão, talvez apenas algumas semanas ou meses mais tarde, no mesmo ano, 4026 AEC. Depois da criação dela, o dia de descanso de Deus, o sétimo período, seguiu-se imediatamente. Assim, o sétimo dia de Deus e o tempo em que o homem tem estado na terra aparentemente correm paralelos. Para calcular onde está o homem na corrente do tempo em relação ao sétimo dia de 7.000 anos, precisamos de saber quanto tempo decorreu desde a criação de Adão e Eva no ano 4026 AEC. Desde o Outono desse ano até ao Outono de 1 AEC, seriam 4025 anos. Desde o Outono de 1 AEC até ao Outono de 1 EC, decorre um ano (não há ano zero). Desde o Outono de 1 EC até ao Outono de 1967, vai um total de 1966 anos. Somando 4.025 com 1 e com 1966, obtemos 5992 anos desde o Outono de 4026 AEC até ao Outono de 1967. Portanto, faltam oito anos até que estejam completos 6.000 anos do sétimo dia. Oito anos contados a partir do Outono de 1967 levam-nos ao Outono de 1975, [momento em que estarão terminados] 6.000 anos completos do sétimo dia de Deus, o seu dia de descanso."

Quando se esgotou o prazo e todas as profecias falharam, foi anunciado que Adão e Eva não foram criados no mesmo ano! (The Watchtower, 1.º de Outubro de 1975, p. 579 [em inglês]).

Apesar disto, ficou intacta a profecia que dizia "no nosso século vinte".


A Nossa Própria Geração do Século Vinte

Em 1965 a Watchtower publicou um artigo intitulado "A Nossa Própria Geração do Século Vinte e a Ressurreição", que dizia:

"Uma "grande multidão" ... nunca irá para o Há'des ou Sheol, nem necessitará de ser ressuscitada. Contudo, o mesmo não acontecerá com a classe dos "cabritos" da nossa geração do século vinte. Na destruição de Babilónia a Grande e na batalha do Armagedom eles serão executados com uma punição eterna e nunca serão ressuscitados dentre os mortos, pois irão para a "segunda morte". Consequentemente, no início do reinado milenar de Cristo, não existirá nenhuma "classe dos cabritos" pronta a interferir com o governo justo." (The Watchtower, 15 de Março de 1965, p. 177 [em inglês])

A "nossa geração do século vinte" poderia, em princípio, ser "executada" no século vinte e um. Mas se fosse isso que eles queriam dizer, esperaríamos ver na citação alguma referência à geração do século vinte e um.

Além disso, para alguém que tenha sido TJ entre 1950 e meados da década de 1980, a expressão "a nossa geração" refere-se a pessoas suficientemente velhas para presenciarem com compreensão o eclodir da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Portanto, para as TJ, "a nossa geração" e "esta geração" significam pessoas nascidas em 1900-1905 ou antes. Algumas referências a "esta geração" que significam pessoas vivendo antes da Primeira Guerra Mundial são [em inglês].

•Awake! [Despertai!], 8 de Outubro de 1966, p. 18.

•Awake! [Despertai!], 8 de Outubro de 1968, pp. 13-14.

•The Watchtower [A Sentinela], 15 de Fevereiro de 1969, p. 101.

•The Watchtower [A Sentinela], 15 de Junho de 1974, p. 359.

•Awake! [Despertai!], 22 de Julho de 1981, p. 4.


Uma Profecia Firme e Clara

A profecia do Armagedom no nosso século vinte continua como uma profecia firme e clara:

The Watchtower [A Sentinela], 1.º de Março de 1984, pp. 18-19 [em inglês]:

"Alguns dessa "geração" poderiam sobreviver até ao final do século. Mas existem muitas indicações de que "o fim" está muito mais próximo do que isso!"

Anuário das Testemunhas de Jeová 1989, p. 3, parágrafo 3:

"Quantos aceitarão o convite? A visão de João, registrada em Revelação 7:9, tinha de tornar-se realidade. Ele viu "uma grande multidão, que nenhum homem podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, trajados de compridas vestes brancas; e havia palmas nas suas mãos". Com confiança no pleno cumprimento da visão, durante as décadas deste século 20, o restante ungido da classe da noiva nunca deixou de dizer: "Vem!" Fez-se todo empenho para divulgar a mensagem a todas as nações."

A Sentinela, 1.º de Janeiro de 1989, p. 12, parágrafo 8:

"O apóstolo Paulo servia de ponta de lança na atividade missionária cristã. Ele também lançava o alicerce para uma obra que seria terminada em nosso século 20."


As duas citações, do Anuário e da Sentinela de 1989, de facto dizem a mesma coisa. Dizem que todas as pessoas que hão-de sobreviver ao Armagedom já se terão tornado TJ e o trabalho de pregação delas será terminado [ou completo] no século 20. E toda a TJ sabe que o fim do trabalho de pregação coincide com o início da "grande tribulação" e do "Armagedom" [Mat. 24:14].

A citação da Sentinela de 1989 é a que consta da edição avulsa da revista. Na reimpressão do volume encadernado referente a 1989, a porção de texto citado foi mudada [sem qualquer nota ou comentário!] para:

"Ele também lançava o alicerce para uma obra que seria terminada nos nossos dias." (Tradução feita a partir da edição inglesa.)

[N. do T.: "Também os livros eram apreendidos e reescritos vezes sem conta, invariavelmente reeditados sem que se reconhecesse ter sido feita qualquer alteração." (George Orwell, 1984 (Lisboa: Edições Antígona, 1991), p. 46)]

Apesar desta alteração, a profecia "no nosso século vinte" continua a ser uma doutrina oficial, conforme veremos em seguida.


'O Armagedom Não Está Mais Longe do Que Pensávamos'

A primeira vez que a WTS relacionou de forma clara a última geração deste mundo com a data 1914, foi em 1953. Foi no folheto Basis for Belief in a Righteous New World [Base Para se Acreditar Num Novo Mundo Justo, p.51 (em inglês)]. Um folheto anterior intitulado Evolution Versus The New World [Evolução Versus O Novo Mundo, 1950 p. 53 (em inglês)] discutiu "esta geração" num contexto envolvendo 1914, mas não ligou claramente as duas ideias uma à outra, a não ser de forma implícita.

Posteriormente encontramos citações como estas:

"Mesmo se admitirmos que jovens de 15 anos de idade seriam suficientemente discernidores para se aperceberem do que aconteceu em 1914, isso ainda faria que o mais jovem "desta geração" tivesse hoje quase 70 anos de idade." (Awake! [Despertai!], 8 de Outubro de 1968, pp. 13-14 [em inglês].)

Esta doutrina e profecia foi ensinada como sendo "a promessa do Criador". A partir da edição de Janeiro de 1982, a revista Awake! [Despertai!] trazia em cada número a afirmação:

"Importantíssimo, esta revista promove confiança na promessa do Criador de estabelecer uma nova ordem pacífica e segura antes que desapareça a geração que viu os acontecimentos de 1914." [Tradução da edição inglesa.]

Em 1995 esta "promessa do Criador" foi modificada:

"Importantíssimo é que esta revista gera confiança na promessa do Criador de estabelecer um novo mundo pacífico e seguro, prestes a substituir o atual mundo perverso e anárquico." (Despertai!, 8 de Novembro de 1995, p. 4.)

Ao comentar esta modificação, a revista The Watchtower [A Sentinela], disse:

"Será que o nosso ponto de vista mais preciso sobre "esta geração" significa que o Armagedom está mais longe do que pensámos? De modo nenhum!" (1.º de Novembro de 1995, p. 20)

Bem, o que é que as TJ tinham "pensado" e o que é que tinham profetizado sobre a proximidade do Armagedom? Era que pessoas que nasceram por volta de 1900 estariam vivas para ver o Armagedom e isso aconteceria "no nosso século vinte".

Isso só lhes deixa um mês [a contar a partir de Dezembro de 2000].


Todos os Ensinos das TJ São de "Jeová"

Os líderes das TJ alegam que a sua organização é "a única organização na terra que compreende as 'coisas profundas de Deus'"! (The Watchtower [A Sentinela], 1.º de Julho de 1973, p. 402 [em inglês])

Eles chamam à sua propaganda "religião verdadeira" e dizem a respeito dela: "todos os seus ensinos precisam estar em plena harmonia com a Palavra de Deus." (A Verdade Que Conduz à Vida Eterna, 1968, p. 130, parágrafo 17)

A posição oficial é bem expressa na The Watchtower [A Sentinela] de 1.º de Novembro de 1931, p. 327:

"The Watchtower [A Sentinela] reconhece a verdade como pertencendo a Jeová e não a alguma criatura. The Watchtower não é o instrumento de algum homem ou conjunto de homens. Não é expressa na Watchtower a opinião de nenhum homem. Deus alimenta o seu próprio povo, e seguramente Deus usa aqueles que o amam e servem segundo a sua própria vontade."

Mais ainda, a The Watchtower de 1.º de Julho de 1943, p. 202 diz: "Portanto, Jeová Deus é o único Tribunal Supremo de interpretação da sua palavra inspirada." A página seguinte diz:

"Cristo Jesus confiou a esse restante de servos fiéis de Jeová Deus todos os "seus bens", ou interesses terrestres do Reino. Isto não significa que o fiel restante ou a sociedade das testemunhas ungidas de Jeová sejam um tribunal terrestre de interpretação, com a delegação de interpretar as Escrituras e as suas profecias. Não; o Rei Cristo Jesus não lhes confiou essa tarefa, A CORTE SUPREMA AINDA INTERPRETA, graças a Deus; e Cristo Jesus, o porta-voz oficial da interpretação da Corte, reserva para si mesmo essa tarefa como cabeça da classe do "servo fiel e sábio" de Jeová. Ele meramente usa a classe do "servo" para publicar a interpretação depois de a Corte Suprema a ter revelado através de Cristo Jesus." (p. 203)

A "promessa do Criador" a respeito da geração de 1914 já foi discutida. Essa "promessa" também é a "palavra profética de Jeová":

"A palavra profética de Jeová através de Cristo Jesus é: "Esta geração [de 1914] não passará de modo nenhum sem que todas as coisas ocorram." (Lucas 21:32) E Jeová, que é a fonte de profecia inspirada e infalível, trará o cumprimento..." (The Watchtower [A Sentinela], 15 de Maio de 1984, pp.6-7 [em inglês]. Note que os parentesis rectos na citação foram inseridos pela própria Watchtower.)

Dessas afirmações conclui-se que se o Armagedom não ocorrer no ano 2000, o "Jeová" das TJ será exposto como um mentiroso.


As Profecias das TJ Falharão Outra Vez

É um facto conhecido que as profecias das TJ falharam no caso de muitas datas. Entre outras, podemos mencionar 1878, 1881, 1906/1907, 1912, 1914, 1915, 1918, 1920, 1924, 1925, 1928, 1930, 1935/1936, 1942, década de 1940, década de 1970.

A julgar por esta tendência para o falhanço, a profecia das TJ que diz '"no nosso século vinte" acontecerá o Armagedom', também será mais uma falsa profecia.

----------
(Artigo originalmente publicado em Investigator Magazine [Setembro de 1995], P.O. Box 3243, Port Adelaide, SA 5015.)

LIBERTOS!
Participe! Envie seu artigo para indicetj@yahoo.com
O INDICETJ.COM não comercializa publicações, filmes ou qualquer outro tipo de arquivo.

Voltar para o conteúdo