Cartas de Dissociacao de William do Vale Gadelha - INDICETJ.COM Escandalo sobre Testemunhas de Jeova

Ex-Testemunha de Jeová
publica mais de 1.000 artigos críticos!
Ir para o conteúdo
1
2
3
4
5
6

CARTA DE DISSOCIAÇÃO

WILLIAM DO VALE GADÊLHA

Fortaleza, 22 de outubro de 1998.

Ao Corpo de Anciãos da Congregação Sudeste,

Após muitos meses de cuidadosa análise e pesquisa com relação a inúmeras dúvidas sobre os erros da organização, cheguei às conclusões que passo a expor:

- A Sociedade Torre de Vigia (ou Corpo Governante) cometeu diversos erros, ao longo dos anos, quando se pronunciou sobre assuntos como vacinas, transplantes de órgãos, frações de sangue, serviço civil alternativo e datas para o fim do sistema de coisas (1874, 1914, 1925 e 1975).

- Em alguns destes casos, houve a mudança de posição para depois se retornar à anterior, evidenciando a falta de base para a posição. Muitas destas posições foram impostas à comunidade mundial das Testemunhas de Jeová, sem que para isso houvesse UMA SÓLIDA RAZÃO BÍBLICA (ex.: serviço alternativo).

- O Corpo Governante afirma ser DIRIGIDO ou GUIADO por Jeová, o que é impossível, já que, sob ORIENTAÇÃO DIVINA, não se pode chegar ao erro. (Deut. 32:4). Os apóstolos também eram imperfeitos, como homens, mas INSPIRADOS POR JEOVÁ, transmitiram por meio das escrituras uma orientação segura.

- Creio sinceramente que o ÚNICO MEIO pelo qual Jeová dirige as pessoas hoje em dia é a BÍBLIA SAGRADA. As pessoas individuais ou organizações religiosas são guiadas por Deus na exata proporção em que tomam decisões baseadas nas ESCRITURAS.

- Por ter causado, no passado, mortes e danos em função das orientações relacionadas a vacinas, transplantes de órgãos e frações de sangue, a Sociedade se tornou CULPADA DE SANGUE, bem como trouxe vitupério a Deus e à sua Palavra por causa das profecias HUMANAS não cumpridas. Neste século, centenas de milhares de pessoas TROPEÇARAM por causa disso, muitas perdendo a fé não apenas na organização, mas também em Deus e na Bíblia. (Mat. 18:7)

- Afirma-se que Deus tem de ter uma organização, e no entanto, durante MAIS DE QUINZE SÉCULOS, não há qualquer registro de alguma organização tal como a hoje dirigida pela Sociedade Torre de Vigia, tendo Jeová, durante todo esse tempo, tido seus adoradores individuais (livro Proclamadores - pág. 44 - quadro)

- Creio em Jeová, Cristo e na Bíblia e em todos os ensinos CLARAMENTE DELINEADOS NA PALAVRA DE DEUS. Não me sinto obrigado aos ENSINOS DA SOCIEDADE que foram “ALÉM DAS COISAS ESCRITAS.”

- Tampouco me considero “apóstata”, pois pedi a dois homens maduros e experientes da organização (que foram à minha casa) que me mostrassem BIBLICAMENTE a minha culpa de apostasia; qual o ensino bíblico apostólico contra o qual eu me rebelei. NENHUM DELES CONSEGUIU FAZÊ-LO.

O que me restava? De início pensei em evitar o curso que me levaria à perda de amigos queridos, a quem continuarei a amar, angariados ao longo de 24 anos passados na organização. Mas logo ficou evidente que seria uma vida de fingimento que não faria bem nem a mim, nem aos outros. Poderia também ter considerado apenas algumas coisas boas e proveitosas (BASEADAS NA BÍBLIA) que a Sociedade ensina. Mas ela mesma destaca que é preciso concordância total, “100% de certeza” da parte de alguém para permanecer em sua religião (Despertai! 8 de setembro de 1987, págs 8-11). No mesmo artigo, destacou-se que o membro de uma religião partilha da responsabilidade por tudo que ela ensina e faz. Não quero mais partilhar da responsabilidade por tudo que aqui foi mencionado.

A um dos poucos com quem comentei o assunto, perguntei se a Sociedade tinha ou não desconsiderado Atos 1:7 (datas preditas). Ele disse NÃO! Sobre o mesmo assunto, perguntei a outro irmão se a Sociedade não se classificava como falso profeta, segundo Deut.. 18:22: "... quando o profeta falar em nome de Jeová e A PALAVRA NÃO SUCEDER NEM SE CUMPRIR, esta é a palavra que Jeová NÃO falou. O profeta proferiu-a PRESUNÇOSAMENTE. Não deves ficar amedrontado por causa dele.” Também, Jeremias 23:21 - "Não enviei os profetas, no entanto, ELES MESMOS correram. Não falei com eles, no entanto, ELES MESMOS PROFETIZARAM." - a resposta foi NÃO! Se ela não tinha ido “além das coisas escritas” (transplantes, serviço alternativo, etc), outro NÃO! Se ela é ou não culpada de fazer tropeçar inúmeros seres humanos (datas). Mais um NÃO!

De tudo isso só posso considerar que, para muitos irmãos a Sociedade (ou Corpo Governante) paira sobre as cabeças de todos nós como a entidade que está ACIMA das leis e dos requisitos do próprio Deus, autorizada a impô-los aos outros enquanto ela mesma não se deixa reger por eles. A Sociedade pôs a si mesma como CANAL INDISPENSÁVEL à conquista da vida eterna, um mediador extra ALÉM DE CRISTO. A Sentinela 01/08/82 - pág. 27: "A menos que estejamos em contato com este canal de comunicação usado por Deus, não avançaremos na estrada da vida, não importa o quanto leiamos a Bíblia." Compare esta afirmação com João 14:6: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim." .. Em vista de tudo isso, comunico e peço por meio desta, meu total desligamento de qualquer vínculo com a organização dirigida pela Sociedade Torre de Vigia, passando daqui para frente a um relacionamento pessoal com Jeová Deus, sem outro mediador se não o biblicamente designado.

Quanto a comparecer diante de uma comissão judicativa, digo: é possível alguém arrepender-se de um ato de imoralidade; ou de embriaguez; é possível arrepender-se de furto ou até mesmo de assassinato. Porém, como “arrepender-se” de uma opinião formada com base nas escrituras? Portanto, aplico ao meu caso as palavras de 1Cor. 4: 3, 4:

“Ora, para mim é um assunto muito trivial o de eu ser examinado por vós ou por um tribunal humano. Até mesmo eu não me examino a mim mesmo. Pois não estou cônscio de nada contra mim mesmo. Contudo, não é por isso que eu seja mostrado justo, mas quem me examina é Jeová.”

Atenciosamente,

William do Vale Gadêlha
LIBERTOS!
Participe! Envie seu artigo para indicetj@yahoo.com
O INDICETJ.COM não comercializa publicações, filmes ou qualquer outro tipo de arquivo.

Voltar para o conteúdo