Como Deus considera as racas - INDICETJ.COM Escandalo sobre Testemunhas de Jeova

Ex-Testemunha de Jeová
publica mais de 1.000 artigos críticos!
Ir para o conteúdo
1
2
3
4
5
6


COMO DEUS CONSIDERA AS RAÇAS?

ODRACIR
"Deus... evidentemente tem sido um respeitador das raças, e tem abençoado especialmente e favorecido certos ramos da raça Ariana na  Europa e América... a raça branca tem sido mais abundantemente abençoada com a luz das boas novas do que as outras... a igreja eleita será provavelmente composta principalmente da altamente favorecida raça branca... "
A Bíblia versus A Teoria da Evolução, 1898, pp. 30,31 (em inglês)


"Há cerca de 100 irmãos de cor na lista da Torre de Vigia... nós recebemos cartas de algum deles... expressando surpresa que nós tenhamos, na chamada por voluntários, na edição de 1o. de Março de 1900, restringido a pesquisa às igrejas Protestantes brancas... a razão é que, tanto quanto somos capazes de avaliar, as pessoas de cor tem menos educação  do que as brancas... muitas delas insuficiente para que possam ter proveito a partir de tal leitura... Nossa conclusão é que a leitura de matéria distribuída para uma congregação de pessoas de cor resultaria emdesperdício de mais da metade... a literatura da Torre de Vigia é introduzida para pessoas de cor, não para circulação promíscua, mas só para aqueles que tem atenção pela verdade.
Torre de Vigia de Sião 15/4/1900, p. 122  (em inglês)


"De negro a branco ele lentamente mudou... o Reverendo William H. Draper... deu uma viva resposta afirmativa à famosa pergunta bíblica, 'pode o Etíope mudar sua pele...? Tendo sido uma vez negro como carvão, [ele] é agora branco. Seu povo diz que sua cor mudou em resposta a uma oração."
Torre de Vigia de Sião 1/10/1900, p. 296  (em inglês)


"...É verdade que a raça branca exibe algumas qualidades de superioridade sobre qualquer outra...  há grandes diferenças na mesma família caucasiana... O segredo da maior inteligência e aptidão dos caucasianos, indubitavelmente é, em grande medida, para ser atribuído à mistura de sangue dentre seus diversos ramos; e isto foi evidentemente forçado em larga medida pelo controle divino."
Torre de Vigia de Sião  de 15/7/1902, p. 216 (em inglês)  


"Pode o Etíope mudar a cor de sua pele? Não. Mas... o que o Etíope não pode fazer por si mesmo Deus poderia prontamente fazer por ele... Deus pode mudar a pele etíope em seu devido tempo..."
Torre de Vigia de Sião de 15/7/1904, pp. 52,53  (em inglês)


"...as diversas raças da humanidade provavelmente terão seus interesses espirituais como Novas Criaturas melhor preservados por alguma medida de separação."
Estudos das Escrituras - Vol III (1904), p. 490 (em inglês)


"As raças negra e latina provavelmente sempre serão inclinadas à superstição."
Torre de Vigia de Sião de 1/4/1908, p. 99 (em inglês)


"Nós poderíamos ter previsto que muitas pessoas de cor estariam profundamente interessadas no Fotodrama da Criação. Mas não nos causou impressão até que gradualmente seu número crescesse até cerca de 25% da platéia. É claro, nós ficamos satisfeitos em vê-los... Nós tínhamos o mesmo sentimento, respeitando-os como os demais; mas logo discernimos que não era uma questão de sentimento, mas que, enquanto as pessoas de cor de N. York compõem cerca de 5% da população, em nossas platéias eles são 25% e aumentando. O que faremos? Enquanto o comparecimento de pessoas de cor aumentava, proporcionalmente o número de brancos diminuía... a maioria dos brancos prefere não se misturar com outras raças. Reconhecendo que isso significaria  o sucesso ou o fracasso do empreendimento do drama com respeito aos brancos, fomos compelidos a designar os amigos de cor para a galeria... Alguns se sentiram ofendidos com esse arranjo. Nós recebemos numerosas cartas de irmãos de cor, alguns declarando que não é correto fazer uma distinção, outros com indignação e amargura, denunciando-nos comoinimigos dos povos de cor... Fomos obrigados a explicar os fatos, assegurando a todos o nosso interesse amoroso nas pessoas de cor... Nós novamente sugerimos que se um lugar disponível fosse encontrado para apresentar o drama... para pessoas de cor, ficaríamos satisfeitos em fazê-lo... Um pouco mais e o Reino do Milênio será inaugurado, trazendo restituição a toda a humanidade - restituição à perfeição de mente e corpo, aspecto e cor, ao grande padrão original..."
A Sentinela de 1/4/1914, pp. 110,111  (em inglês)


"Educação de Negros em Cincinnati - Negros por toda a cidade vão a esta escola por opção. Eles sentem que podem ter melhores oportunidades permanecendo em seu próprio grupo, e estão provavelmente certos... sob as condições imperfeitas presentes, uma sábia segregação é provavelmente uma vantagem para todos os envolvidos."
A Idade de Ouro de 1/10/1919, p. 8 (em inglês)


"Eles [os negros] têm sido e são uma raça de serviçais... Não há no mundo um serviçal tão bom quanto um bom serviçal de cor, e a satisfação que ele obtém por prestar um fiel serviço é uma das mais puras satisfações que há no mundo."
A Idade de Ouro de 24/7/1929, p. 207 (em inglês)


"Realmente, nossos irmãos de cor tem um grande motivo para alegrar-se. A raça deles é dócil e educável..."
A Sentinela de 1/2/1952, p. 95  (em inglês)


"O cristão, sendo realístico, precisa encarar a vida como é - não como quer que seja. Em alguns poucos lugares, existem até mesmo leis que tornam ilegais os casamentos interraciais. Neste caso, os cristãos estão sob obrigação bíblica de obedecer a elas, visto que tais leis não lhes tornam impossível adorar a Deus... Então, [o cristão] deverá tomar em consideração o fator de um casamento interracial criar, ou não, um sério efeito adverso na atitude das pessoas na sua comunidade para com esta obra de proclamar o Reino."
A Sentinela de 1/7/1974, pp. 415, 416  (em português)

Comentário:

Os artigos acima são desconhecidos pela esmagadora maioria das Testemunhas de Jeová, afinal eles representam um chocante contraste com a mensagem atual da religião. Não precisamos deduzir, à base do exposto acima, que o 'pastor' Russell fosse, do seu próprio ponto de vista, uma pessoa racista. Na verdade, ele simplesmente endossou os conceitos (ou preconceitos) comumente aceitos na sociedade e na época em que ele vivia. De fato, os que pensavam como ele julgavam que suas conclusões estavam de acordo com a ciência e a teologia. Era comum a crença de que a maldição bíblica de Noé sobre Canaã (Gên. 9:24-27) teria dado origem à raça negra e que, no paraíso, a humanidade seria restaurada à raça perfeita. Que esta era a mentalidade predominante da época é bem atestado pelo fato de tais conceitos estarem presentes na literatura da Sociedade Torre de Vigia mais de uma década após a morte de Russell. Décadas depois, em 1974, ela sugere a obediência a leis racistas de alguns países em nome da 'obra de pregação' - uma atitude um tanto estranha se considerarmos que a luta pela igualdade racial deveria ser um estandarte cristão perante o mundo. O princípio bíblico é de "obedecer a Deus como governante antes que aos homens" (Atos 5: 29). Além disso, Cristo disse: "Vós sois a luz do mundo." (Mateus 5: 14) A questão, pois, permanece: poderiam os genuínos cristãos ser contaminados com conceitos racistas de uma época? Dever-se-iam sujeitar a leis racistas por qualquer que fosse o motivo?
LIBERTOS!
Participe! Envie seu artigo para indicetj@yahoo.com
O INDICETJ.COM não comercializa publicações, filmes ou qualquer outro tipo de arquivo.

Voltar para o conteúdo